Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

107 técnicos especializados

e outros 293 profissionais como assistente social, economista , agrônomo, engenheiro de alimentos, engenheiro de pesca, engenheiro de segurança do trabalho , engenheiro florestal, veterinário e zootecnista serão contratados pela Emater.

A novela que marca a contratação dos 400 aprovados no concurso do Instituto Paranaense de Assistência Técnica (Emater) caminha para os capítulos finais. Decreto assinado pelo governador Beto Richa e publicado ontem no Diário Oficial do estado autoriza a implementação de um Plano de Demissão Voluntária (PDV) na entidade. A medida visa viabilizar a engenharia financeira necessária para efetivar as novas contratações, após concurso público realizado em junho de 2014.

O decreto prevê um orçamento de R$ 33,9 milhões para executar a ação. A rescisão para quem aderir ao programa ocorre no dia 29 de fevereiro de 2016, e a contratação dos novos profissionais fica para o dia seguinte, em 01 de março de 2016. Pressionado pelos concursados, o presidente da Emater, Rubens Ernesto Niederheitmann, estimou no final de agosto que o PDV poderia proporcionar a saída de até 150 profissionais antigos, que possuem encargos mais elevados e pressionam a folha de pagamentos. Assim espera-se que a nomeação ocorra antes de 2 de julho de 2016, que é data de validade do concurso.

Confira abaixo o decreto:

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]