Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O calor intenso no final de 2013 e nos primeiros meses deste ano, aliado ao período de entressafra no campo, reverteu a tendência de baixa nos preços do leite, que já ocorria há quatro meses. Levantamento realizado pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) indica que o valor líquido (sem frete e impostos) subiu 3,2% em março, fechando a R$ 0,94/litro. O preço bruto (incluindo frete e impostos) foi de R$ 1,02/litro, alta de 3% frente ao mês anterior. Os valores equivalem à média nacional, que inclui sete estados (GO, MG, RS, SP, PR, BA e SC).

A valorização tenta corrigir um aumento nos custos de produção. Conforme os técnicos do Cepea, o tempo seco do início do ano elevou a demanda por sal mineral e concentrado, com a finalidade de suprir as deficiências nutricionais do rebanho. Além disso, a elevação do salário mínimo e a valorização dos adubos utilizados para a formação de áreas agrícolas, de silagem e de pastagens também encareceram a produção. Com base nisso, o diagnóstico é de que os preços devem continuar subindo no mês de abril.

Valorização

98 centavos por litro foi o preço pago aos produtores paranaenses em março, alta de 0,23% em relação a fevereiro, calcula o Cepea. O valor inclui despesas com frete e impostos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]