PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Agricultura
  3. Outras culturas
  4. Futura ministra diz que “mal-estar lá fora” não recomenda fusão com Meio Ambiente
agricultura

Futura ministra diz que “mal-estar lá fora” não recomenda fusão com Meio Ambiente

Deputada Tereza Cristina se reuniu na tarde desta quinta-feira com o presidente eleito, Jair Bolsonaro

Jonathan Campos/Gazeta do Povo  | Jonathan Campos/Gazeta do Povo
  • Da redação, com Folhapress

Para a futura ministra da Agricultura, deputada Tereza Cristina (DEM-MS) a fusão dos ministérios da Agricultura com o do Meio Ambiente pode não ser uma boa ideia, já que “traria mais ônus do que bônus”.

“Hoje existem muitas barreiras comerciais, que são protecionismos lá fora, que a gente precisa vencer. Este é um assunto que causou mal-estar lá fora. Então, de repente, para que fazer essa fusão, se a gente teria mais ônus do que bônus?”, afirmou.

“Agora, eu tenho certeza de que ele [Bolsonaro] vai dar a cara do governo dele também ao Ministério do Meio Ambiente. Assim como eu devo receber alguma instrução do que ele quer para o Ministério da Agricultura”, acrescentou.

Ela afirmou que os produtores de carne ficaram preocupados com a possibilidade com a fusão dos ministérios, mas que “hoje essa preocupação já diminuiu muito”. Tereza Cristina disse que é preciso ter cautela nas declarações para não prejudicar relações comerciais.

“A gente tem que ter muito cuidado com o que vai falar porque o mercado é muito sensível. Qualquer fala fora do tom pode prejudicar uma abertura de mercado ali ou um mercado que se fecha lá”, afirmou.

As declarações de Bolsonaro sobre transferir a Embaixada do Brasil em Israel causaram preocupação em produtores do setor pelo risco de reduzir exportações a países árabes.

Reunião com Bolsonaro

Tereza Cristina afirmou que um dos temas mais importantes para discussão em sua área são os contratos com o exterior, acordos bilaterais, sobretudo o mercado de carnes. “É um mercado importantíssimo para nosso País e temos alguns problemas acontecendo. Ainda é tudo muito novo.” Ela afirmou que deverá ao longo dos próximos dias ter reuniões com o setor e, na terça-feira, um outro encontro com o presidente eleito, Jair Bolsonaro.

A proposta de que a Secretaria de Pesca e Agricultura Familiar seja integrada à pasta da Agricultura foi discutida nesta quinta-feira com o presidente eleito, Jair Bolsonaro no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), onde está montada a estrutura da equipe de transição. “Aparentemente sim, mas ainda não foi definido “, disse.

Licenciamento ambiental

Uma das pautas que Tereza Cristina afirmou ter intenção de acompanhar de perto é o licenciamento ambiental, tema que a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) considera prioritário. Haverá uma conversa com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para verificar quais pautas poderão ser votadas ainda este ano, segundo ela.

“Dentre essas pautas, talvez o licenciamento ambiental seja o mais importante”, disse Tereza após a reunião com o presidente eleito.

Siga o Agronegócio Gazeta do Povo

8 RECOMENDAÇÕES PARA VOCÊ

VOLTAR AO TOPO

NOTÍCIAS POR CULTURA