Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Novas áreas serão leiloadas e Porto de Paranaguá promete ser centro logístico da América do Sul
Novas áreas serão leiloadas e Porto de Paranaguá promete ser centro logístico da América do Sul| Foto: Divulgação

As movimentações nos Portos do Paraná não param. Mas não estão relacionadas apenas às chegadas e partidas de navios. Os leilões para arrendamentos de novas áreas continuam a todo vapor. Dessa vez foi aberta consulta para os leilões das áreas PAR32 e PAR50, no Porto de Paranaguá. Os certames devem acontecer no primeiro semestre de 2021, com investimentos totais de mais de R$ 367 milhões.Os interessados podem consultar o material até do próximo dia 29 (links no fim da matéria).

A PAR32 é uma área de aproximadamente 6,6 mil m2, destinada à movimentação de carga geral, em especial açúcar ensacado. O espaço já conta com estrutura, no berço de atracação 205. O prazo de arrendamento é de 10 anos, prorrogáveis a critério do poder concedente.

Já a PAR50 é para operação de granéis líquidos, com área total de 85.392 m2, junto ao píer de inflamáveis. O arrendamento prevê instalações de armazenagem de uso misto, com 18 tanques verticais já instalados e capacidade total de aproximadamente 70.181 m3, além de sistemas de tubulações, bombeamento, áreas administrativas e de utilidades. O prazo de arrendamento é de 25 anos, também possível de prorrogação.

“Esses leilões são estratégicos e significam mais investimentos e uma melhora na cadeia logística”, afirmou o diretor-presidente APPA (Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina), Luiz Fernando Garcia.

| Cesar Alberto Teixeira de Oliveira

Os leilões serão realizados pela autoridade portuária paranaense e os procedimentos prévios são realizados com apoio da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) e da Empresa de Planejamento e Logística (EPL), vinculada ao Ministério da Infraestrutura.

| Cesar Alberto Teixeira de Oliveira

Segundo o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, o Porto de Paranaguá tem atingido todos os requisitos de administração e tem uma excelente gestão. “Não à toa, houve essa delegação de competências, que tem trazido ótimos resultados e muitos investimentos”, disse.

No fim do ano passado, houve, na Bolsa de Valores do Brasil (B3), o leilão do terminal PAR12, destinado à movimentação de veículos no Porto de Paranaguá. A melhor proposta foi da Ascensus Gestão e Participações, representada no ato pela corretora Itaú, com o valor de outorga de R$ 25 milhões.

A área tem 74 mil metros quadrados e capacidade para quatro mil vagas. O local foi o primeiro a ser licitado pela empresa pública após a Lei Federal 12.815/13 (que trata da descentralização da gestão portuária). O arrendamento é no modelo sem estrutura física (greenfield), com prazo de 25 anos, renováveis a critério do Poder Concedente.

Os estudos para as áreas PAR32 e PAR50, no Porto de Paranaguá. estão disponíveis em:

http://web.antaq.gov.br/Sistemas/LeilaoInternetV2/default.aspx?audiencia=72 (PAR50)
http://web.antaq.gov.br/Sistemas/LeilaoInternetV2/default.aspx?audiencia=69(PAR32)


Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]