Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
A atualização da picape grande F-150 é uma das atrações do Salão de Detroit . O modelo o carro mais vendido no mercado americano há 35 anos. | Newspress / Gazeta do Povo
A atualização da picape grande F-150 é uma das atrações do Salão de Detroit . O modelo o carro mais vendido no mercado americano há 35 anos.| Foto: Newspress / Gazeta do Povo

Os carros estão cada vez mais globais e, por isso, o mesmo modelo é vendido em diferentes países. Mas o perfil de consumo e o poder econômico locais acabam por filtrar os que são viáveis ou não para determinados mercados.

E os salões são um bom termômetro deste balizamento. Muitas novidades acabam passando longe das nações que não figuram no primeiro escalão. Até as ditas emergentes, como a brasileira, ficam órfãos de estrelas expostas nos estandes.

O Salão de Detroit não foge à regra. A mostra encerra, que prossegue até domingo (22), exibe lançamentos que não serão vistos em nossas ruas.

FORD F-150

Renyere Trovão/Gazeta do Povo

Líder de vendas nos EUA há 35 anos, a Ford F-150 ganha uma atualização na a atual geração, no mercado há três anos. Traz nova frente, mais recursos tecnológicos e pela primeira vez usa um motor turbodiesel, no caso o 3.0 V6 (potência não divulgada).

Ele se junta ao novo 3.3 V6, de 286 cv, ao 2.7 Ecoboost e ao 5.0 V8. Todos associados ao novo câmbio de dez marchas da Ford e ao sistema start-stop.

Renyere Trovão/Gazeta do Povo

Traz ainda tecnologia de ponta, como o piloto automático adaptativo com o sistema ‘stop and go’, que freia ou acelera o veículo sozinho de acordo com o ritmo do trânsito. Também incorporou o assistente de frenagem com detector de pedestres, para evitar colisões.

O Ford F-150 já vem com câmera de visão 360 graus, assistente de permanência em faixa, alerta de ponto cego e um ponto de wi-fi que permite conectar até 10 dispositivos móveis ao mesmo tempo dentro da cabine.

A estreia no mercado norte-americano acontece no fim de setembro.

KIA STINGER

Newspress/Divulgação

Foram necessários cinco anos de estudo até o lançamento do esportivo sul-coreano em Detroit. O carro, porém, foi desenvolvido no estúdio de design da Kia em Frankfurt, na Alemanha. E os testes aconteceram no famoso circuito de Nurburgring.

Newspress/Divulgação

Com tração traseira, típico dos esportivos alemães, o Kia Sti nger é empurrado com duas opções de motores tubo: os impressionantes 2.0, de 258 cv, e 3.3 V6, de 370 cv, administrados por um câmbio automático de 8 velocidades. O zero a 100 km/h da versão mais forte é feita em apenas 5,1 segundos.

AUDI S5 CABRIOLET

Newspress/Divulgação

O conversível alemão é uma das novidades da marca em Detroit, ao lado A5 Cabriolet e SQ5. O apimentado modelo vem com os motores de 190 cv nas versões 2.0 TDI e 2.0 TFSI e de 354 cv no 3.0 TFSI.

Newspress/Divulgação

O design é baseado nas linhas do coupé, que ganhou uma nova geração e irá pintar no Brasil neste ano. O Audi S5 com capota de tecido estreia na Europa em março.

CHEVROLET TRAVERSE

Renyere Trovão/Gazeta do Povo

O destaque da Chevrolet em Detroit é o grandalhãoTraverse, que nos EUA é considerado um utilitário médio. Ele chega à segunda geração e traz a frente parecida com a do Equinox, previsto para chegar ao Brasil em 2017 no lugar do Captiva.

Renyere Trovão/Gazeta do Povo

Todo renovado, ele ganha mais tecnologia e pela primeira vez usará um motor turbo, o 2.0, de 255 cv e 40,8 kgfm. Há ainda o 3.6 V6, de 310 cv e 37,5 kgfm. Ambos com câmbio automático de 9 marchas.

O Traverse atualizado começa a ser vendido até julho em duas novas versões: RS (apelo mais agressivo) e High Country (que valoriza mais o luxo).

NISSAN ROGUE SPORT

Renyere Trovão/Gazeta do Povo

A versão americana do crossover Qashqai (vendido com sucesso na Ásia e Europa) é lançado sob o nome de Rogue Sport. Seria uma espécie de Nissan Kicks mais vitaminado para os EUA, inclusive na motorização: 2.0, de 143 cv a gasolina, associado à caixa CVT.

Renyere Trovão/Gazeta do Povo

Importado do Japão, ele se diferencia do Qashqai europeu pelas novas lanternas traseiras em led, luzes laranja na dianteira, novo console central e volante emprestado do Kicks.

HONDA ODYSSEY

Renyere Trovão/Gazeta do Povo

O renovado utilitário de tamanho GG estreia o câmbio de 10 velocidades. Ele é capaz de levar até 8 passageiros com estrema agilidade graças ao motorzão V6 3.5, de 284 cv.

Construída nos EUA, a nova Honda Odyssey não teve mais detalhes divulgados, já que a estreia só ocorre no 2.º trimestre deste ano.

Renyere Trovão/Gazeta do Povo

O modelo traz um sistema de entretenimento com tela de 10,2″ fixada no teto e o aplicativo ‘How much farther?’Ele responde àquela incessante pergunta para quem viaja com filhos pequenos: ‘Falta muito, papai?’. O dispositivo mostra o caminho já percorrido e quanto resta para chegar ao destino.

GMC TERRAIN

Newspress/Divulgação

A GMC é a divisão de SUVs e picapes da General Motors. E nesta edição de Detroit o destaque da marca é nova geração do médio Terrain.

O modelo passa a oferecer, pela primeira vez, a opção de motor diesel. Trata-se do 1.6 turbodiesel, de 137 cv e 32,6 kgfm. O modelo conta ainda com o 1.5 turbo, de 173 cv e 28 kgfm, e o 2.0 turbo, de 256 cv e 36 kgfm. Sempre gerenciado pelo câmbio automático de 9 marchas.

Newspress/Divulgação

Entre os itens de série do Terrain estão sistema de som da Bose, multimídia com conexão Apple CarPlay e Android Auto, sistemas anticolisão e de frenagem automática, alertas de pontos cegos e mudança de faixa, entre outros.

VOLKSWAGEN ATLAS

Newspress/Divulgação

O maior utilitário da Volkswagen chama a atenção no estande da marca. A Atlas exposto vem vestido com o pacote esportivo R-Line e tem capacidade para levar sete ocupantes.

O visual é todo superlativo. As rodas são de 20 polegadas e o para-choque dianteiro exibe entradas de ar mais amplas. O design parrudo e conversador é típico do consumidor norte-americano, para qual o grandalhão foi projetado.

Newspress/Divulgação

O Atlas tem duas opções de motor, a 2.0 TSI, de 237 cv, e a 3.6 V6, de 280 cv, ambos com transmissão automática de oito marchas.

GAC GS7

Renyere Trovão/Gazeta do Povo

A GAC é a única marca chinesa na mostra norte-americana. Apesar de ocupar um estande modesto no pavilhão, o utilitário GS7 lançado pela marca chama a atenção de quem passa pelo local.

De linhas quadradas e porte robusto, o carro se destaca pelos enormes faróis duplos em led e pelas lanternas verticais igualmente avantajadas. A grade cromada combina com o conjunto ótico, realçando a dianteira imponente.

Newspress/Divulgação

Sob o capô um 2.0 turbo, de 201 cv e 32,5 kgfm, acoplado a um caixa automática de seis marchas. A GAC tenta entrar no mercado norte-americano, mas com o protecionismo do novo presidente Donald Trump ante as empresas automotivas estrangeiras, a intenção ficou mais ainda mais difícil.

GENESIS G80 SPORT

Newspress/Divulgação

A divisão de luxo da Hyundai apresenta o versão esportiva do sedã Genesis, o G80 Sport. O modelo surge como uma alternativa às propostas alemãs, da divisão M da BMW e da Mercedes-AMG.

Prevista para estrear em meados do ano, o três volumes apimentado traz motor V6 3.3 biturbo – o mesmo do Kia Stinger – capaz de gerar 370 cv e 51 kgfm, com tração traseira e transmissão automática de oito velocidades.

Newspress/Divulgação

O sprint dos 0 aos 100 km/h é cumprido em 5 segundos. O design mais agressivo é valorizado pela grade em colmeia e as rodas de 19 polegadas.

O jornalista viajou a convite da Chevrolet
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]