Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Projeção do designer Kleber Silva dando ideia de como poderá ser a futura picape da GM.
Projeção do designer Kleber Silva dando ideia de como poderá ser a futura picape da GM.| Foto:

O candidato à presidente da Argentina Alberto Fernández declarou que a produção de "una nueva camioneta de Chevrolet" está confirmada para a fábrica da General Motors, em Santa Fé, a partir de 2021.

O que deu a entender que se tratava da futura picape intermediária que a montadora colocará no mercado brasileiro para brigar com Fiat Toro e Volkswagen Tarok.

A informação divulgada pelo político ocorreu logo após ele se reunir com executivos da General Motors. Mas, na verdade, o líder nas pesquisas para suceder Mauricio Macri estava falando da nova geração do Tracker, a que nominou como "camioneta".

A nova geração do SUV Tracker já foi revelado na China. Foto: GM/ Divulgação
A nova geração do SUV Tracker já foi revelado na China. Foto: GM/ Divulgação

Assim crescem as chances de a futura picape da GM ser produzida no Brasil, na unidade de São José dos Campos (SP), uma vez que na planta da Argentina também já é feito o Cruze vendido em nosso mercado.

A opção abaixo da S10 seria feita a partir da plataforma global GEM (Global Emerging Markets), arquitetura da GM em parceria com a chinesa SAIC destinada a mercados emergentes e que dá origem à nova geração do Onix.

A nova picape viria equipada com o motor 1.4 turbo, de 153 cv e 24,5 kgfm de torque, associado ao câmbio automático de 6 marchas - conjunto já usado pelo Cruze.

Fiat Toro, campeã de vendas, e a futura VW Tarok, serão as rivais da picape da Chevrolet.
Fiat Toro, campeã de vendas, e a futura VW Tarok, serão as rivais da picape da Chevrolet.

O visual deve seguir a nova linguagem de design da Chevrolet, com uma dianteira mais agressiva e com a grade frontal bem destacada, que é possível ver na nova geração do Tracker e na nova Blazer (que nada lembra a Trailblazer vendida por aqui).

O SUV Blazer exibe uma dianteira bem agressiva. Foto: GM/ Divulgação
O SUV Blazer exibe uma dianteira bem agressiva. Foto: GM/ Divulgação

Na imagem que abre essa reportagem, o designer Kleber Silva mesclou elementos estéticos dos dois SUVs para criar uma projeção dando ideia de como poderá ser a futura picape 'anti-Toro'.

Já a nova geração do Tracker consumirá US$ 300 milhões de investimentos no projeto e na fábrica, valor que já fora revelado pela montadora no fim de 2017, além de outros US$ 200 milhões na cadeia de fornecedores.

A fábrica da Chevrolet tem Santa Fé foi inaugurada em 1997 e de lá já saíram modelos como Corsa, Classic e Agile.

Cinco novidades até 2021

O cronograma brasileiro da Chevrolet prevê cinco novidades até 2021 baseadas na plataforma GEM. A primeira será o Onix Sedan, a ser apresentado no dia 12 de setembro à imprensa automotiva.

Entre o fim deste ano e início de 2020 chega o Onix Plus, como será chamado o hatch para diferenciá-lo do três volumes e também do Onix da versão atual, que seguirá em produção.

Em meados do próximo ano estreia a nova geração do Tracker, com cinco lugares, que seguirá o desenho do modelo chinês, apresentado em junho passado. A versão de sete lugares virá em 2021, juntamente com a picape.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]