Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Renata Telles percebeu que precisava de um modelo maior já na primeira gravidez. A Lorena, hoje com 3 anos, veio em 2012, e depois o Enzo, atualmente com 2 anos. | Hugo Harada/Gazeta do Povo
Renata Telles percebeu que precisava de um modelo maior já na primeira gravidez. A Lorena, hoje com 3 anos, veio em 2012, e depois o Enzo, atualmente com 2 anos.| Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo

Para famílias com crianças pequenas, fazer uma viagem ou um simples passeio de carro significa levar um pouco mais de bagagem. Não dá para sair de casa sem as fraldas, os alimentos, uma sacola de roupas e o carrinho de bebê.

Por isso, é preciso escolher um automóvel com bom espaço interno e porta-malas suficientes para carregar tudo isso.

Existem modelos específicos para atender a diferentes perfis de pais, seja com apenas um filho e que não pretenda gastar muito na hora da compra ou da troca até quem possui mais de três ’herdeiros’ e precisa de mais lugares para acomodá-los.

Escolher o carro certo para transportar a família requer atenção a certos detalhes técnicos. Se a busca é por maior espaço interno, é preciso verificar a distância entre os eixos da rodas dianteiras e traseiras, comumente chamada de entre-eixos. Quanto maior a extensão neste quesito, melhor será o conforto no interior do veículo. Os veículos maiores entregam mais comodidade e menos aperto aos ocupantes em relação aos menores.

Outro ponto a ser avaliado e checado é a capacidade do porta-malas, medida em litros pelas montadoras. Quanto maior a litragem, mais itens cabem no compartimento.

Evite a surpresa

Com o nascimento da filha, o empresário Rafael Ghazal trocou de modelo. Marcelo Andrade / Gazeta do Povo
Marcelo Andrade/Gazeta do Povo

Muitos pais, principalmente os de primeira viagem, são pegos de surpresa ao perceberem que o não há espaço suficiente para levar todo apetrecho das crianças. A saída então é procurar um automóvel que se encaixe às necessidades diárias.

O empresário Rafael Ghazal, 39 anos, que mora em Curitiba, trocou de carro devido ao nascimento da primeira filha Maria Clara, atualmente com 7 meses. Ele se desfez de um Ford Focus e agora possui um BMW X1.“Antes, quando era apenas eu e a minha esposa, uma mala pequena para cada um já era suficiente na hora das viagens. Agora, somente para acomodar os pertences da nossa filhinha são em média três sacolas, fora o carrinho de bebê”, justifica o motivo pelo upgrade automotivo.

Gazhal conta que na época em que estava pesquisando os modelos, além do test drive convencional, costumava levar o carrinho do bebê para assegurar que aquisição seria a correta.

Segundo veículo

Renata Telles percebeu que precisava de um modelo maior já na primeira gravidez. A Lorena, hoje com 3 anos, veio em 2012, e depois o Enzo, atualmente com 2 anos.Hugo Harada/Gazeta do Povo

Já a pedagoga Renata Telles, 38 anos, residente em Almirante Tamandaré, quando soube que estava grávida em 2012 da filha Lorena, hoje com 3 anos, também percebeu que precisava comprar outro automóvel, pois o único da família era um veículo compacto. “Eu usava o carro do meu marido e vi que era pequeno, que não iria caber nem o carrinho. Notei a necessidade de encontrar um modelo maior”, lembra.

O casal optou pelo Ford Fiesta sedã. Segundo ela, o tamanho do porta-malas foi determinante na escolha. Mesmo com a chegada de Enzo, em 2013, atualmente com 2 anos, o modelo continuou a atender às expectativas e ao grande volume de bagagens exigidos para as duas crianças.

“Ficava um pouco apertado quando precisava sair com os dois, mas agora que eles já estão maiores e não necessito mais levar o carrinho, o espaço voltou a ser bom”, complementa.

Listamos abaixo vários modelos por segmento com os respectivos tamanhos de entre-eixos (um dos principais fatores para definir o espaço interno) e de porta-malas, além de preços e motorizações. Consideramos apenas os exemplares até R$ 100 mil e zero-quilômetro.

OPÇÕES DE MERCADO

HATCH COMPACTO

Para quem tem apenas um filho e não quer gastar muito na compra ou na troca, um hatch compacto pode ser uma boa pedida. Geralmente, oferece versões mais populares. Os preços vão de R$ 30 mil a R$ 50 mil, considerando apenas as opções com quatro portas. O destaque no segmento é o Renault Sandero (foto), que detém o maior espaço interno e de porta-malas do segmento.

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2015/10/08/Automoveis/Imagens/Cortadas/sandero_-k4nE-ID000002-1024x576@GP-Web.jpg
Luiz Costa/Renault
Modelo Motor (cv) Entre-eixos (m) Porta-malas (l) Preços iniciais (R$)
Renault Sandero 1.0 (80) e 1.6 (106) 2,60 320 38,2 mil
Peugeot 208 1.4 (93) e e 1.6 (122) 2,54 285 46 mil
Chevrolet Onix 1.0 (80) e 1.4 (106) 2,52 280 38,3 mil
Hyundai HB20 1.0 (80) e 1.6 (128) 2,50 300 39 mil
Ford Ka 1.0 (85) e 1.5 (110) 2,49 257 40,6 mil
Ford Fiesta 1.5 (111) e 1.6 (130) 2,48 281 46,7 mil
Citroën C3 1.5 (93) e 1.6 (122) 2,46 300 45 mil
VW Gol 1.0 (76) e 1.6 (104) 2,46 285 31,4 mil
Toyota Etios 1.3 (90 ) e 1.5 (96) 2,46 270 40,9 mil
Nissan March 1.0 (77) e 1.6 (111) 2,45 265 37,3 mil
VW up! 1.0 (82) e 1.0 TSI (105) 2,42 285 33,3 mil
Fiat Palio 1.0 (75), 1.4 (88) e 1.6 (117) 2,37 280 27,9 mil
Fiat Uno 1.0 (75) e 1.4 (88) 2,37 290 31,5 mil
HATCH MÉDIO

O segmento oferece modelos com a distância entre os eixos e a capacidade de carga no porta-malas um pouco maiores que o hatch compacto. É indicado para famílias com dois ou três filhos e a faixa de preço vai de R$ 60 mil a R$ 80 mil. O Chevrolet Cruze (foto) se destaca pelo espaço na cabine.

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2015/10/08/Automoveis/Imagens/Cortadas/Chevrolet Cruze-kmM-ID000002-1024x576@GP-Web.jpg
Modelo Motor (cv)
Entre-eixos (m)
Porta-malas (l)
Preços iniciais (R$)
Chevrolet Cruze 1.8 (144) 2,68 402 68,7 mil
Hyundai i30 1.8 (150) 2,65 378 85,9 mil
Ford Focus 1.6 (135) e 2.0 (178) 2,64 316 71,9 mil
VW Golf 1.4 (140) e 2.0 (220) 2,63 313 75,7 mil
Peugeot 308 1.6 (122), 2.0 (151) e 2.0 (165) 2,61 430 65,4 mil
Fiat Bravo 1.4 (152) e 1.8 (135) 2,60 400 63,6 mil
SEDÃ COMPACTO

São indicados para famílias compostas por até três filhos. O entre-eixos e a capacidade do porta-malas se destacam e costumam suprir as necessidades de quem busca um carro maior. Destaque para o Chevrolet Cobalt (foto), que possui o maior porta-malas da categoria.

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2015/10/08/Automoveis/Imagens/Cortadas/Cobalt-knd-ID000002-1024x576@GP-Web.jpg
Divulgação
Modelo Motor (cv)
Entre-eixos (m) Porta-malas (l) Preços iniciais (R$)
Renault Logan 1.0 (80) e 1.6 (106) 2,63 510 41,6 mil
Chevrolet Cobalt 1.4 (102) e 1.8 (108) 2,62 563 44,9 mil
Nissan Versa 1.0 (77) e 1.6 (111) 2,60 460 42 mil
Toyota Etios 1.5 (96) 2,55 562 45,2 mil
Chevrolet Prisma 1.0 (80) e 1.4 (106) 2,52 500 44,1 mil
Hyundai HB20 S 1.0 (80) e 1.6 (128) 2,50 450 43,6 mil
Ford Ka+ 1.0 (85) e 1.5 (110) 2,49 445 42,3 mil
Chevrolet Classic 1.0 (78 cv) 2,44 390 l 33,9 mil
Fiat Siena 1.0 (75) e 1.4 (86) 2,37 500 35,7 mil
SEDÃ MÉDIO

A categoria traz mais itens de conforto e de tecnologia, além de entregar maior distância de entre-eixos e capacidade do porta-malas dos que os compactos. A faixa de preços gira de R$ 70 mil a R$ 80 mil em suas versões de entrada. São indicados para quem de dois a três filhos. O Peugeot 408 (foto) é o destaque em espaço.

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2015/10/08/Automoveis/Imagens/Cortadas/Peugeot 408-ktqF-ID000002-1024x576@GP-Web.jpg
Pedro Bicudo/Peugeot
Modelo Motor (cv) Entre-eixos (l)
Porta-malas (m)
Preços iniciais (R$)
Peugeot 408 1.6 (165) e 2.0 (151) 2,71 526 75 mil
Citroën C4 Lounge 1.6 (173) e 2.0 (151) 2,71 450 71,3 mil
Renault Fluence 2.0 (143) 2,70 530 73,7 mil
Nissan Sentra 2.0 (140) 2,70 503 69,6 mil
Toyota Corolla 1.8 (144) e 2.0 (154) 2,70 470 69,9 mil
Chevrolet Cruze 1.8 (144) 2,68 450 69,9 mil
Honda Civic 1.8 (140) e 2.0 (155) 2,66 449 73 mil
Volkswagen Jetta 2.0 (120) 2,65 510 70,9 mil
Ford Focus Fastback 2.0 (178) 2,64 421 77,9 mil
Fiat Linea 1.8 (132) 2,60 500 61,7 mil
SUV COMPACTO

Tem como principal característica a carroceria alta, o que eleva a posição para dirigir. Alguns possuem o apelo off road, mas caíram no gosto do brasileiro, especialmente, pelo uso urbano. São indicados para quem tem de dois a três filhos. O chinês JAC T6 (foto), que chegou neste ano. oferece o maior porta-malas da categoria.

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2015/10/08/Automoveis/Imagens/Vivo/JAC T6_Divulgação.jpg
Modelo Motor (cv)
Entre-eixos (m)
Porta-malas (l) Preços iniciais (R$)
Renault Duster 1.6 (115) e 2.0 (148) 2,67 475 62,4 mil
JAC T6 2.0 (160) 2,64 610 70 mil
Hyundai Tucson 2.0 (146) 2,63 340 76 mil
Honda HR-V 1.8 (140) 2,61 437 73,7 mil
Lifan XC60 1.8 (128) 2,60 405 60 mil
Jeep Renegade 1.8 (132) e 2.0 (170) 2,57 260 68,9 mil
Chevrolet Tracker 1.8 (144) 2,55 306 82,6 mil
Ford EcoSport 1.6 (115) e 2.0 (147) 2,52 362 67,7 mil
Chery Tiggo 2.0 (138) 2, 51 435 55,4 mil
GRANDALHÕES

Utilitário médio, statiton wagon e monovolume até R$ 100 mil capazes de levar cinco ou mais passageiros , dependendo da configuração dos bancos. Indicados para quem tem três ou mais filhos. A Fiat Doblò (foto) chama a atenção pelo compartimento de bagagem.

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2015/10/08/Automoveis/Imagens/Cortadas/Doblo-knoB-ID000002-1024x576@GP-Web.jpg
Modelo Motor (cv)
Entre-eixos (m)
Porta-malas (l)
Preços iniciais (R$)
JAC J6 (7 lugares) 2.0 (160) 2,71 198 69 mil
Mitsubishi ASX 2.0 (160) 2,67 409 92,5 mil
Hyundai ix35 2.0 (167) 2,64 728 100 mil
Suzuki Grand Vitara 2.0 (140) 2,64 398 79 mil
VW Gol Variant 1.4 (140) 2,63 605 89,2 mil
Chevrolet Spin 1.8 (108) 2,62 710 55,5 mil
Fiat Doblò 1.4 (86) e 1.8 (132) 2,56 750 62,2 mil
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]