Receitas & Pratos

Panela do Anacreon

Aprenda a fazer Coleslaw, a refrescante salada de repolho alemã

por Luiz Augusto Xavier, coluna Panela do Anacreon Publicado em 07/12/2019 às 08h
Compartilhe

Tempos atrás tive a oportunidade de provar no restaurante Original Munich, de cozinha alemã, e, de tão boa que estava, tive vontade de fazer em casa. E agora decido compartilhar aqui a receita, que é simples e rápida de fazer. E que não é, originalmente, uma criação dos alemães, mas, sim, tem origem nos vizinhos de fronteira, os holandeses, que, tanto quanto os germânicos, são muito chegados no repolho.

Foto: Letícia Akemi/ Gazeta do Povo

>>> Como fazer um molho de tomate bem feito, rápido e prático

Kollsa é uma contração de koolsalade em holandês e significa salada de repolho. Eles têm por lá há tempos, assim como os romanos já comiam uma salada de repolho, com vinagre e ovos. Mas a Coleslaw surgiu mesmo nos Estados Unidos – os primeiros registros são de 1785. Trata-se de uma receita imigrante, que chegou por lá com os holandeses, que fundaram a Nova Holanda (New York, posteriormente) e semearam repolho por toda margem do Rio Hudson.

Ela foi se modificando aos poucos, com o tempo ganhou reforço da maionese e chegou ao que é hoje a deliciosa salada de repolho. Os dois principais coadjuvantes – indispensáveis – do repolho são a maçã e a cenoura. Esse trio forma a base, que pode receber alguns reforços, conforme o gosto e o paladar de cada um.

O que importa mesmo é se tratar de uma salada pra lá de refrescante, bonita e apetitosa, que tem tudo a ver com esses dias quentes que estamos vivendo. Vamos conferir a receita? Bom apetite!

5 dicas para fazer a Coleslaw

1. Originalmente, a Coleslaw é feita com repolho verde (ou branco, como queira). Mas nada impede de dividir a porção recomendada entre o verde e o roxo. Dá um colorido mais exuberante e o sabor é praticamente o mesmo (o roxo é levemente mais adocicado).

2. A receita pede sementes de salsão (aipo) e elas fazem realmente a diferença no sabor. Em Curitiba é possível comprá-las na Cípria Ervas e Especiarias.

3. Ideal é utilizar maionese caseira, mas, em último caso, uma boa maionese pronta também pode resolver.

4. A Coleslaw pode ser servida como entrada no verão ou como acompanhamento para frango frito e outras carnes grelhadas. No churrasco também é uma boa.

5. A Coleslaw deve ser servida gelada. Aliás, dura uns três ou quatro dias na geladeira, ganhando até mais intensidade de sabor.

>>> Yakisoba clássico tem que ter crocância; aprenda

VEJA TAMBÉM

Compartilhe

8 recomendações para você