Bom Gourmet

Prêmio Bom Gourmet

Veja as estratégias dos finalistas do Sabor Popular para conquistar votos

Se no discurso todos se declaram felizes por estarem participando do Prêmio Bom Gourmet, na prática eles querem mesmo é vencer e estão se esforçando para isso

por Flávia Alves, especial para a Gazeta do Povo Publicado em 22/07/2018 às 14h
Compartilhe

O clima é de eleição, mas, ao contrário do que muitas vezes ocorre na política, as campanhas dos finalistas do Sabor Popular 2018 só prometem o que podem cumprir: muito sabor. E se no discurso todos já se declaram felizes por estarem participando do Prêmio Bom Gourmet, na prática eles querem mesmo é vencer. E para isso lançam mão de algumas estratégias para conquistar o voto do público.

>> CONHEÇA OS INDICADOS AO SABOR POPULAR E VOTE 

O uso das redes sociais é a principal arma e faz parte do dia a dia dos 18 finalistas das seis categorias: pastel, coxinha, chineque, carne de onça, sonho, coxinha e cachorro-quente.

“Nós colocamos stories no Instagram e posts no Facebook para informar nossos clientes. Percebemos que a demanda aumentou, dobramos a produção de chineque”, comenta Camila Kaminski, do Empório Kaminski, que concorre com o chineque de banana.

Para a Império do Sonho, que concorre com o sonho de banoffee, as redes sociais são fundamentais, já que eles não têm loja física e trabalham apenas com entregas.

A Império do Sonho está fazendo posts no Facebook para engajar seus clientes.

E mesmo quem já tem experiência em campanhas anteriores está aproveitando as redes sociais para comunicar seus clientes fiéis, a exemplo do BarBaran, finalista em carne de onça, e da Pastelaria Brasileira, que concorre na categoria pastel, com o Especial Carne e Ovo.

Além dos posts orgânicos, alguns decidiram patrocinar as publicações, para alcançar ainda mais pessoas, explica Simone Rodrigues, do Cartolas Sport Bar, que concorre à melhor carne de onça. A 10 Pastéis também apostou nos post pagos para ampliar seu alcance.

A rede 10 Pastéis publica posts orgânicos e também patrocinados.

Mensagens diretas

Outra ferramenta que tem ajudado na hora de divulgar é o WhatsApp. “Temos uma lista de clientes que costumam mandar seus pedidos pelo whats, e aproveitamos para mandar a todos o link da votação”, conta Vinícius Tambara, do Cachorro Loko, que concorre com o Hot Balboa.

Na Confeitaria Dois Corações, finalista na categoria coxinha, o Whatsapp também tem funcionado para pedir votos, seja aos amigos e familiares ou clientes.

Nos pontos de venda

Além dos meios digitais, alguns finalistas apostam na comunicação no próprio ponto de venda. Na Panificadora Mannah, um grande adesivo informa os clientes que o chineque já foi vencedor, enquanto um menor avisa que neste anos eles estão novamente na disputa.

Na Mannah, o adesivo informa que já foram campeões e um banner avisa sobre a indicação de 2018.

“Nós colocamos uma placa para sinalizar para os clientes que somos finalistas”, conta Giovanna Colle, do Empório da Vina.

Na Sugar Bakery, vários cartazes falam sobre a indicação da coxinha, mesma fórmula adotada pela Pastel 30, que concorre com o Pastel de Costela.

Na Pastel 30, uma placa informa os clientes sobre a indicação.

Os banners também foram usados pela Família Farinha para informar os clientes que o sonho de nata é finalista do Sabor Popular.

Já nos Postos Pelanda, finalista na categoria coxinha, a comunicação no ponto de venda foi  além, já oferecendo uma ajuda para os clientes votarem ali mesmo. “Colocamos um totem com um tablete, em que os clientes já podem votar ali mesmo”, explica Ana Paula Pelanda.

Os Postos Pelanda deram uma força pra quem quer votar na hora.

No Villa Bistrô, a televisão interna está sendo utilizada para comunicar ao público que o estabelecimento é finalista na categoria cachorro-quente, com o Especial Mignon. A Padaria Requinte também usa a TV interna para passar os vídeos de seus mini sonhos de zabaione, mas aposta também em outra estratégia de marketing: o sampling. “Estamos fazendo degustações para que quem ainda não conhece o sonho possa experimentar”, diz a sócia Regina Cazella.

Precinho camarada

Na Padaria América a maneira encontrada parta incentivar o consumo e, consequentemente o voto, foi baixar o preço do chineque de frutas secas com coco de R$ 5,30 para R$ 4, a unidade.

A Padaria América baixou o preço do chineque durante a campanha.

Já o Quitutto GastroPub teve que ampliar a oferta da sua carne de onça para atender os clientes. “Geralmente servimos apenas na quinta-feira.

Os melhores de Curitiba

E mesmo com todos os esforços, quem irá definir o melhor de todos é o público. Para isso basta votar no site do Prêmio Bom Gourmet. A votação começou no dia 7 e vai até 29 de julho e além do melhor pastel você pode escolher os melhores em outras cinco categorias: coxinha, cachorro-quente, chineque, sonho e carne de onça.

LEIA TAMBÉM:

>> Uma polêmica ronda o mundo das coxinhas: onde morder primeiro?

>> Carne de onça, o “tartar das araucárias”, também conquista os jovens

>> Como deixar o pastel sequinho e crocante?

Prêmio Bom Gourmet

Prêmio Bom Gourmet 2018 da Gazeta do Povo elege os melhores também em outras duas categorias: Chefs 5 Estrelas, que definirá os cinco nomes que se destacam no comando das cozinhas curitibanas, e o Sabor Especial, que contempla 25 especialidades.

Para determinar os vencedores, foram selecionados mais de 170 jurados, representantes das mais variadas áreas da sociedade que, além do hábito de frequentar boas mesas, têm uma relação especial com a gastronomia. O grande número de indicações faz com que o Prêmio se transforme em um grande guia gastronômico, plural e democrático, que realmente traz o que a cidade tem de melhor.

Compartilhe

8 recomendações para você