Restaurantes

Almoço e jantar

Canto do Monge tem menu variado

Da massa fresca aos biscoitos que acompanham o café, tudo é feito na casa. Os pratos individuais são servidos entre às 11 e 22 horas durante a semana

por Flávia Schiochet Publicado em 01/04/2015 às 22h
Compartilhe

Um lugar em que se pode comer uma massa fresca às 15h na quarta-feira. Um hambúrguer de picanha, fraldinha e bacon feito ali mesmo, servido com pão e maionese também feitos no restaurante. Tomar um espresso com café do Norte Pioneiro acompanhado de biscoitinhos assados horas antes. Tudo isto pode ser pedido ao mesmo tempo em um mesmo endereço . Apesar do nome que sugere um espaço pequeno, o Canto do Monge é grande no cardápio e no tamanho: em abril vai dobrar sua capacidade, passando de 90 lugares para 180.

São cinco opções de almoço executivo todos os dias, com preços que partem de R$ 14,90. Foto: Hugo Harada / Gazeta do Povo.

São cinco opções de almoço executivo todos os dias, com preços que partem de R$ 14,90. Foto: Hugo Harada / Gazeta do Povo.

A trattoria aberta em 2013 fica no Água Verde e serve os pratos do cardápio à la carte a qualquer hora do dia de segunda a sábado. Durante o horário de almoço, das 11 às 16h, há uma carta com pratos executivos, combinados de carne com feijão e arroz e uma versão light, de carne e salada. São cinco opções de almoço executivo todos os dias, com preços que partem de R$ 14,90. No sábado, a tradicional feijoada, a R$ 26,90 por pessoa. Leva paio, charque, lombo, calabresa e costela defumada, e é individual.

Bisteca fiorentina (R$ 89,90, 800 gramas). Foto: Hugo Harada / Gazeta do Povo.

Bisteca fiorentina (R$ 89,90, 800 gramas). Foto: Hugo Harada / Gazeta do Povo.

Mas se o cliente quer um prato que vá além do feijão-com-arroz, a casa tem dezenas de combinações de entradas, carnes, peixes, risotos, massas, panquecas, sanduíches  (a partir de R$ 16,90). As porções são individuais, exceto as sinalizadas, como a bisteca fiorentina (R$ 89,90, 800 gramas) com arroz branco, batata frita e farofa temperada e que serve duas pessoas. Um dos destaques é o bife de Angus (R$ 69,90, 300 g), servido com arroz à grega, batatas rústicas, farofa temperada e chimichurri. O bônus é que tudo, do biscoito servido com o espresso ao pão do hambúrguer e massa artesanal, são feitos na casa. O único quitute que não passa pelas mãos dos cozinheiros da equipe são os salgados recheados.

Para finalizar a refeição, brownie (R$ 14,90), cheesecake (R$ 9,90) ou nhoque com ganache de Nutella e carpaccio de morango (R$ 19,90) são algumas das opções. A casa serve bebidas como refrigerante, sucos, uma carta enxuta de vinhos e alguns rótulos de cervejas especiais, como Eisenbahn, Baden Baden, Budweiser, Stella e Paulaner.

A proprietária e chef da casa, Marise Ziliotto, divide o comando da cozinha com Armando Stela. O cardápio foi definido por ela e pelos filhos no ano passado, e a família trabalha junto na administração do Canto do Monge e do “irmão mais velho”, o Café do Monge, no Bigorrilho. A unidade abriu em 2006 e funciona com cardápio similar ao da unidade do Água Verde, mas tem capacidade menor e horários de serviço diferentes.

Serviço

Tem duas unidades:

Rua Álvaro Jorge, 62 sala 2, Água Verde – (41) 3319-1393. De segunda a sexta-feira das 11 às 22h e aos sábados das 11 às 19h. Capacidade para 90 pessoas.

Rua Padre Anchieta, 2001, loja 1, Bigorrilho – (41) 3501-6020. De segunda a sexta-feira das 11 às 22h e aos sábados das 11 às 19h. Capacidade para 45 pessoas.

Tags: almoço jantar
Compartilhe

8 recomendações para você