Plantão

Pesquisa

Com peru e pavê, ceia de Natal brasileira é 4ª mais cara do mundo

Pesquisa de site internacional aponta que os dois pratos mais tradicionais do jantar natalino chegam a custar R$ 110

por Guilherme Grandi Publicado em 12/12/2018 às 22h
Compartilhe

Uma pesquisa divulgada nesta semana apontou que a ceia de Natal do Brasil é a quarta mais cara do mundo, atrás de países como a Holanda, a Bélgica e o Japão. Só os dois pratos mais tradicionais, como o peru e o pavê, chegam a custar R$ 110, mais que o dobro pago pelos espanhóis em preparos semelhantes.

Peru encomenda Pantucci

O peru foi cotado a R$ 60 pela pesquisa da Cuponation. Na Panificadora Pantucci, a ave com recheio de brioche e frutas custa R$ 270. Foto: divulgação.

O levantamento feito pela plataforma Cuponation levou em consideração apenas os pratos mais consumidos na celebração natalina de dez países, e não necessariamente a ceia inteira. Assim como no Brasil, o peru é uma tradição seguida também pelos espanhóis, americanos e franceses. Nestas localidades, a ave e mais uma sobremesa para um jantar de quatro a seis pessoas custam de R$ 48 a R$ 100.

“É uma ceia que não combina muito com o Brasil, por conta do nosso clima tropical e das altas temperaturas no final do ano. A gente vai muito pela tradição dos países do hemisfério norte, mas o ideal mesmo seria se o nosso jantar tivesse mais frutas e carnes leves”, explica a chef Ana Paula Mafra, da Dinorah Gastronomia, que prepara uma ceia tradicional a pedido dos clientes.

>> Leia também: Veja as diferenças entre peru, chester e tender

Além de ser mais pesada para as altas temperaturas, ela conta que a ceia tradicional brasileira é servida muito tarde. Apesar de ser uma comida que conforta e puxa para a lembrança de casa, ela deveria se assemelhar mais à da Austrália – apontada na pesquisa custando R$ 66,29.

Os nossos vizinhos de hemisfério fizeram algumas adaptações em função do clima, explorando as vantagens do calor. Segundo a pesquisa do Cuponation, os australianos costumam aproveitar mais os dias quentes, com piqueniques no campo ou na praia na véspera do Natal. É muito comum eles prepararem um churrasco de camarões no lugar do peru e do chester, e um pudim de ameixas de sobremesa.

Dicas de chefs para descomplicar a ceia de Natal

Ceia pesada e cara

Chef Ana Paula Mafra

A chef Ana Paula Mafra explica que a ceia de Natal ideal para o Brasil seria com carnes mais leves e muitas frutas, por conta do clima tropical. Foto: Daniel Fiedler/divulgação.

Uma ceia de Natal brasileira bem tradicional é composta de peru, chester ou carne suína (lombo ou leitão à pururuca), arroz à grega, farofa, salpicão de frango, além de panetones decorados e espumante ou vinho. Ana Paula Mafra explica que preparar tudo isso em casa custaria ainda mais do que o apresentado pela pesquisa.

“Se pegarmos o consumo de gás, o tempo para preparar os pratos, as compras que podem gerar sobras e tudo mais, a ceia de Natal com certeza vai passar dos R$ 300”, analisa a chef. Segundo o Disque Economia, serviço oferecido pela Prefeitura de Curitiba aos moradores da capital paranaense, alguns itens da ceia chegam a ter uma diferença de até 76% nos preços.

>> Leia também: Sua ceia de Natal pode ficar famosa! Queremos conhecer aquela receita que faz o maior sucesso na sua casa

Para ela, a ceia de Natal ideal no Brasil seria com saladas de folhas e frutas sem molhos, lombo ou chester com temperos e recheios mais leves, peixes, sobremesas, sucos naturais e bebidas mais leves.

Beef Wellington

A ceia de Natal mais cara segundo a pesquisa é a da Holanda, com o Beef Wellington (R$ 200) como prato principal. Foto: VisualHunt.

Veja como é a ceia de Natal de outros países apontados na pesquisa segundo a Cuponation:

Bélgica
Um dos pratos tradicionais é o pato recheado, que custa em torno de R$ 80. Já o docinho favorito no país é o “Kerst Stronk”, que é como se fosse um rocambole recheado com creme e custa em torno de R$ 150.

Espanha
Na ceia espanhola, o peru custa em torno de R$ 25, e a sobremesa é um torrones – doce feito de mel, clara de ovos e amêndoas – na faixa de R$ 23.

Estados Unidos
O peru também é o prato principal na ceia americana, e custa R$ 18. Na sobremesa eles consomem o Gingerbread Cookies, que custam menos de R$ 50 e são semelhantes a biscoitos à base de gengibre.

França
Os franceses também têm o hábito de comer peru na noite de Natal, e a ave lá custa R$ 40. Já a sobremesa mais popular é o Bûche del Noel, um rocambole de creme e chocolate que custa aproximadamente R$60.

Holanda
Na mesa natalina holandesa estão o Bife Wellington (R$ 200) e o bolo de amêndoa amarga (R$ 60).

Portugal
No cardápio português o bacalhau, inevitavelmente, é o prato principal e custa cerca de R$ 35. Já a sobremesa é o Bolo Rei, uma massa branca e fofa com passas, frutas secas e cristalizadas, que custa em torno de R$ 33.

Alemanha
O mais comum na ceia alemã é servir salsichas com purê de batata, um prato simples e barato que custa por volta de R$ 22. A sobremesa, por sua vez, é o Lebkuchen, um pequeno bolinho à base de amêndoas, que custa em média R$ 13.

Japão
Para jantar, é comum que se consuma um frango assado inteiro (em média R$ 75) com um Kurisumasu Keeki, que é um bolo de Natal feito com pão-de-ló coberto com morangos e chantili. O doce custa em torno de R$100.

LEIA TAMBÉM

Os 10 melhores champagnes em 2018

Compartilhe

8 recomendações para você