Bebidas

Cerveja nas alturas

Cerveja com manga e chope tecnológico: companhias aéreas inovam em voos

Parcerias com cervejarias têm rendido rótulos exclusivos em aviões na Europa e Ásia

por Bom Gourmet Publicado em 08/07/2017 às 17h
Compartilhe

00Aviões geralmente são relacionados a bebidas e comidas ruins. E há uma explicação científica para tal fato. Mas é possível ver um movimento de companhias aéreas para mudar esse conceito nos últimos anos. Alguns dos exemplos podem ser vistos abaixo, como as parcerias entre cervejarias e companhias aéreas para entregar bebidas personalizadas aos passageiros.

Cerveja artesanal

Pensando em como a altitude altera o paladar dos passageiros, a asiática Cathay Pacific declara ser a primeira companhia aérea do mundo a criar uma cerveja artesanal para seus voos. A parceria com a cervejaria Hong Kong Beer Co rendeu a Betsy, nome dado em homenagem à primeira aeronave da empresa, um rótulo tipo ale com ingredientes selecionados do Reino Unido e Hong Kong que, segundo declaração da empresa, pode ser degustado tanto em solo como nas alturas.

Cathay Pacific afirma ser a primeira companhia aérea a servir cerveja artesanal em voos. Foto: Divulgação

Cathay Pacific afirma ser a primeira companhia aérea a servir cerveja artesanal em voos. Foto: Divulgação

Rótulo com manga

Mas oferecer cerveja em voos não é uma exclusividade da Cathay Pacific. Os passageiros da classe executiva da Scandinavian Airlines podem degustar durante a viagem uma cerveja criada para eles exclusivamente pela cervejaria dinamarquesa Mikkeler. A parceria, que foi formada em 2014, já rendeu alguns rótulos para serem consumidos em altas altitudes, como a Sweet and Sour, cerveja feita com manga que contrasta com a acidez da fermentação natural.

Scandinavian Airlines oferece alguns rótulos de cerveja, entre eles a Sweet and Sour. Foto: Divulgação

Scandinavian Airlines oferece alguns rótulos de cerveja, entre eles a Sweet and Sour. Foto: Divulgação

Chope tecnológico

A companhia aérea holandesa KLM, por sua vez, oferece chope em alguns voos desde agosto de 2016. A prática, se considerarmos a técnica tradicional de se fazer chope, é desaconselhada em aviões, pelos riscos de se ter gás carbônico para a pressurização da bebida dentro da aeronave. Assim, em conjunto com a Heineken, a KLM desenvolveu uma tecnologia para utilizar ar da cabine para a pressurização, chamada de The BrewLock.

Heinekem e KLM desenvolveram tecnologia exclusiva para oferecer chope em voos. Foto: Divulgação

Heinekem e KLM desenvolveram tecnologia exclusiva para oferecer chope em voos. Foto: Divulgação

 

LEIA TAMBÉM

Você merece uma comfort beer: 3 cervejas que não podem faltar na sua geladeira

Estudo vai mapear as microcervejarias do Paraná para descobrir quantas são e o volume de produção

Novo bar em Guaratuba é especializado em cerveja artesanal e growler

Compartilhe

8 recomendações para você