Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
FoodCo.
Home da plataforma do FoodCo.| Foto: Reprodução/FoodCo.

Aprender, para fazer. Compartilhar, para evoluir. Estas são as duas frentes que orientam a atuação do FoodCo., startup que nasceu para promover o fortalecimento de empresas do ramo da gastronomia em todo o país.

Lançado oficialmente no dia 26 de julho, o FoodCo. vem se consolidando como uma importante ferramenta B2B para um mercado que, historicamente, é carente de conhecimento de negócio. “Muitas empresas do setor começam com alguém que tem talento na cozinha e resolve empreender, mas ainda não sabe como fazer isso a médio e longo prazo. Há também aqueles empresários que estão no ramo há muitos anos, mas trabalham com base na experiência e na intuição, sem se especializar na administração. O FoodCo. pode ajudar os dois, de maneiras diferentes”, explica Talita Boros Voitch, head do FoodCo.

A filosofia central que orienta a plataforma é a de que é coletivamente que se transforma o mercado. “A importância da união desses empreendedores se tornou ainda mais evidente na pandemia, mas ela é necessária não somente nos períodos de crise. As melhorias do dia a dia também passam por isso, é um mercado muito grande e é possível replicar iniciativas. Uma ação desenvolvida em um restaurante em uma cidade no interior de Minas Gerais pode funcionar bem para um empresário do Rio Grande do Sul, por exemplo; acreditamos muito no potencial desta troca”.

<< FoodCo. é uma das apoiadoras do Prêmio Bom Gourmet, que tem nova dinâmica para retratar as mudanças na gastronomia

Ações do FoodCo. para um crescimento concreto

As duas frentes de atuação do FoodCo. são consolidadas nas ações desenvolvidas pela equipe, voltadas para a formação de comunidades e para a educação, com iniciativas que promovem melhorias concretas no dia a dia dos clientes da plataforma.

O viés de comunidade está centrado nos grupos capitaneados pela equipe do FoodCo, que atua como mediadora e promove debates entre empresários, onde estes podem relatar suas experiências, compartilhar dores e pedir opiniões dos demais.

FoodCo.
Arena FoodCo. com Júnior Durski do Madero, um dos eventos promovidos pela plataforma.| Reprodução/FoodCo.

Além disso, também são promovidos eventos online, como as Arenas, em que o FoodCo. convida empresários do setor para um bate-papo sobre temas que estão em evidência no mercado. “Temos seis embaixadas, que são grupos gratuitos em que qualquer empresário pode entrar. Elas estão em Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, além de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. As mentorias realizadas por nós são abertas a todos desses grupos assim como eles também recebem os drops de conteúdos que preparamos. Para ter acesso ao conteúdo técnico mais completo, às nossas análises de índices macroeconômicos, estudos de caso e outros eventos exclusivos para membros premium, é necessário assinar o FoodCo.”, explica Talita.

O viés educacional da plataforma tem seu principal foco na formação voltada à gestão operacional e financeira dos empreendedores. “Temos alguns embaixadores que produzem conteúdo técnico e realizam mentorias coletivas de duas a três vezes por mês, além de disponibilizarmos diversas aulas em vídeo e texto para que os empresários possam se aprofundar”.

A plataforma confere acesso a estudos de caso desenvolvidos com a equipe da Gazeta do Povo e a relatórios com análises de dados macroeconômicos, onde é possível navegar e extrair dados locais e nacionais sobre o universo de food service, como, por exemplo, números de abertura de empresas, abertura e fechamento de vagas no setor, entre outros. “Temos um boletim informativo desdobrado em dois formatos: PDF, com índices do mês, e em vídeo, comentado pelo nosso economista”.

Assim, o FoodCo. atua como uma espécie de pacote de inteligência de mercado, com seu foco em conteúdo educacional técnico para que os empreendedores encontrem lastro para desenvolver seus negócios com mais assertividade, o que é essencial e oferece mais segurança em tempos de mudança e de dúvida.

Relatórios de dados macroeconômicos estão entre os conteúdos técnicos disponibilizados.
Relatórios de dados macroeconômicos estão entre os conteúdos técnicos disponibilizados. | Reprodução/FoodCo.

Gestando transformação

Foi das trocas de experiências e da sensação de comunidade que se estabeleceu em um grupo de WhatsApp, o do Bom Gourmet Negócios, que nasceu a iniciativa do FoodCo. Embora o produto já estivesse em processo de elaboração pela equipe do Bom Gourmet e da Pinó, testemunhar as valiosas trocas que se davam neste espaço contribuiu para dar corpo à startup.

O grupo nasceu em dezembro de 2019 e funcionou como um laboratório que nos permitiu entender como o Bom Gourmet conversava com os empresários do setor. Esse espaço tomou uma força muito grande com a pandemia e se tornou um ponto de encontro entre empresários que, em muitos casos, não tinham outras maneiras de acompanhar a movimentação do setor para sobreviver naquele momento”, recorda Talita.

Neste contexto pandêmico, muitas empresas se viram obrigadas a acelerar a transformação digital que já estava em curso, voltando-se para o delivery, e tiveram que reaprender a se relacionar com os clientes. “O food service passou e vem passando por uma grande transformação digital, com a entrada dos aplicativos de delivery, e é um mercado que vem há muito tempo fazendo tudo da mesma forma. O FoodCo. foi uma maneira que encontramos de cooperar com essa transformação, formando uma comunidade, para que o setor possa se profissionalizar coletivamente”, complementa.

Neste processo de atualização, o FoodCo. tem como embaixadores a escola Conquer Plus, Food&Franquias, a Brain Inteligência Estratégica, a EGG Escola de Gestão em Negócios da Gastronomia, a NaMesa Consultoria e o Sacas - The Taste Hum, além de apoio institucional da Associação Brasileira de Restaurantes (Abrasel) e a Associação Nacional de Restaurantes (ANR).

A assinatura de membro premium FoodCo. é de R$ 9,90/mensal, no plano anual, e dá acesso a todas as mentorias e conteúdos mencionados acima.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]