Plantão

Parou o Brasil

Greve dos caminhoneiros deixa lojas do McDonald’s sem pão

Algumas unidades da rede espalhadas pelo país ficaram sem receber pão e outras estão com estoque limitado de ingredientes

por Infomoney Publicado em 24/05/2018 às 17h
Compartilhe

A greve dos caminhoneiros está causando um desabastecimento em vários setores e o McDonald’s não escapou do problema. Algumas unidades da rede espalhadas pelo país ficaram sem receber pão e outras estão com estoque limitado de ingredientes para operar.

A empresa não sabe dizer quantas unidades foram afetadas, por enquanto, mas confirmou que “eventualmente podem faltar alguns produtos do cardápio em restaurantes da rede”.

Sem comida, restaurantes em Curitiba entram em alerta e temem fechar

Big Mac do McDOnald's

Até o famoso Big Mac foi afetado pela greve. Foto: Divulgação

No Rio de Janeiro um restaurante de Copacabana, na Zona Sul, não está vendendo o lanche mais famoso da franquia, o Big Mac, por falta de pão, segundo informações do O Globo. Em Brasília, unidades da rede dentro do Boulevard Shopping já informam que produtos vão começar a faltar, de acordo com informações do Correio Braziliense. A empresa não confirmou quais unidades apresentam falta de estoque ou estão com produtos limitados.

11 fatos curiosos sobre o McDonald’s revelados pelos funcionários

Em nota oficial, a empresa confirmou o problema. “A paralisação dos caminhoneiros está provocando um desabastecimento no comércio em geral, incluindo todo o setor de alimentação. No caso do McDonald’s, informamos que eventualmente podem faltar alguns produtos do cardápio nos restaurantes da rede. A empresa ainda afirma que está fazendo o possível para normalizar o atendimento onde necessário a fim de não gerar transtornos aos consumidores”.

Veja os sanduíches que o McDonald’s criou para a Copa

Greve dos caminhoneiros

A greve dos caminhoneiros começou nesta segunda-feira (21) bloqueando estradas do país inteiro. Eles são contra os reajustes de preço dos combustíveis principalmente no do óleo diesel – eles alegam que o preço atual inviabiliza o transporte de mercadorias.

Acompanhe a greve em tempo real

Compartilhe

8 recomendações para você