Publicidade

Restaurantes

roteiro

Guia de vilas gastronômicas em Curitiba

Vilas gastronômicas são empreendimentos privados que reúnem bares e restaurantes variados e que viraram febre em Curitiba. Conheça os que estão na ativa e os que ainda vão abrir:

por
Compartilhe

Vilas gastronômicas em Curitiba

Ca’dore Gastronomia Descomplicada

Ca'dore Comida Descomplicada. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.

Ca’dore Comida Descomplicada. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.

Foi a primeira vila gastronômica a abrir em Curitiba, em janeiro de 2017. Reúne 41 estabelecimentos que servem sanduíches, salgados, comida grega, comida coreana, café, drinks.

                                                                                                                                                                                                                  ***

Distrito 1340

Foto: B. Hassum

Foto: B. Hassum

Complexo com foco no público de amantes do rock e das motocicletas Harley-Davidson. Abriga 17 lojas, sendo quatro de gastronomia (hamburgueria, sanduicheria, sushi e drinks).

***

Espaço Bodebrown Hugo Simas

Espaço interno da Bodebrown Hugo Simas tem capacidade para 150 pessoas. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Espaço interno da Bodebrown Hugo Simas tem capacidade para 150 pessoas. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Bar de rua da cervejaria Bodebrown que abriga outras sete operações, inclusive um carrinho da Vino!.

***

Lounge Batel

Espaço na Rua Cel. Dulcídio, 918 que abriga cinco operações gastronômicas: um restaurante japonês, um restaurante contemporâneo, uma cafeteria, um bar e uma choperia. Conta também com jogo de poker e charutaria. Funciona apenas à noite e não permite a entrada de menores de 18 anos.

***

MercadoSal

Mercado Sal_Vilas Gastronômicas - LA_LET8910

Inaugurado em outubro de 2017, conta com 40 operações. Lá é possível escolher entre comida mexicana, indiana, taiwanesa, hawaiana e paranaense.

***

Mercadoteca

Mercadoteca. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.

Mercadoteca. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.

Aberta em 2015, tem 13 operações gastronômicas que oferecem pizza, doces portugueses, comida mexicana, vinho, entre outros.

***

Pátio Faivre

Foto: Daniel Caron/Gazeta do Povo

A vila gastronômica Pátio Faivre Comida de Rua fica no Centro de Curitiba, na região próxima à Reitoria da Universidade Federal do Paraná. São oito operações: Chopp’n’Beer, Paradoja Bar, Tom Pastel, Delicious Bubble Waffle, King Shawarma, Dr. Salgado Food Factory, Purple Root’s e Pasta La Vista.

***

Street 444

Wine bar Vindega 41, dentro do Street 444, tem opções em garrafa e em taça. Foto: Divulgação

Wine bar Vindega 41, dentro do Street 444, tem opções em garrafa e em taça. Foto: Divulgação

Abriga cinco operações gastronômicas (cervejaria, bar, bar de drinks, hamburgueria e bistrô) e tem como foco o público dos motoqueiros, por isso conta também com barbearia, estúdio de tatuagem e lava-motos.

***

Vila Yamon

Fachada do Vila Yamon,nova vila gastronômica na Rua Itupava. Foto: Divulgação

Fachada do Vila Yamon,nova vila gastronômica na Rua Itupava. Foto: Divulgação

Aberto em janeiro de 2018, o espaço abriga oito operações gastronômicas na Rua Itupava. Entre as opções estão hambúrguer, drinks, cervejas, cookies, comida japonesa e tapas).

***

VivAmerica

Zapata Batel se despede depois de 8 anos para dar lugar a nova vila gastronômica. Foto: Hedeson Alves/Divulgação

Zapata Batel se despede depois de 8 anos para dar lugar a nova vila gastronômica. Foto: Hedeson Alves/Divulgação

Abriu no mesmo local em que funcionou o Zapata Mexican Bar Batel até setembro de 2017. Terá um restaurante mexicano, uma parrilla (que servirá cortes argentinos e uruguaios) e um american bar.

Vilas gastronômicas que vão abrir

Batel Boulevard

O espaço ficará na casa onde há alguns anos funcionou a Casa di Bel. A inauguração está prevista para janeiro. Entre as operações confirmadas estão Swadisht Express e We Are Bastards Pub. Ao todo, o local terá 15 operações gastronômicas.

***

FRESH Live Market

A vila ainda está em construção. Ao todo, 38 operações funcionarão no local, sendo 21 delas de gastronomia. Quando foi anunciado, em agosto, seis operações já estavam confirmadas Izakaya Kabuki (boteco japonês), Braza Bruta (churrasco brasileiro), Go Fish (frutos do mar), Nanu Poke, Amore Italian Food e Soho Hamburgueria.

***

Gastronomiq

Complexo gastronômico previsto para inaugurar no segundo semestre de 2018, próximo ao ParkShopping Barigui e à Universidade Positivo.

***

Mondrí

Pólo gastronômico Mondrí tem previsão para abrir em junho de 2018 em São José dos Pinhais.

Pólo gastronômico Mondrí tem previsão para abrir em junho de 2018 em São José dos Pinhais.

Rede de vilas gastronômicas que serão instaladas em diferentes áreas de Curitiba e Região Metropolitana: São José dos Pinhais, Portão, Centro, Xaxim e Tarumã. A primeira a ser inaugurada será a de São José dos Pinhais (Avenida Rui Barbosa 5.813), próximo ao Aeroporto Internacional Afonso Pena, e contará com 30 operações gastronômicas. A abertura está prevista para junho de 2018.

***

Vila Urbana

Entrada da Vila Urbana pela Rua Marechal Deodoro. Nova vila gastronômica é vizinha ao Centro Comercial Itália. Foto: Divulgação

Entrada da Vila Urbana pela Rua Marechal Deodoro. Nova vila gastronômica é vizinha ao Centro Comercial Itália. Foto: Divulgação

A vila gastronômica, que tem previsão para inaugurar em junho, terá 54 operações em contêiners: 38 de comida, dez de mercado e oito de serviços. O projeto contemplará práticas sustentáveis, como captação de luz solar, energias renováveis, aproveitamento de materiais e estacionamento para bicicletas.

 

>> Clique aqui e veja o mapa de vilas gastronômicas em Curitiba

***

Vila ou polo gastronômico?

As vilas gastronômicas são comumente chamadas de “polos gastronômicos”. Porém, segundo a definição oficial do artigo 121º do Plano Diretor da Cidade de Curitiba, a expressão polo gastronômico denomina regiões da cidade onde se estabelecem diversas operações gastronômicas, promovendo o crescimento econômico e social da área.

Os polos devem ser estabelecidos por decreto municipal e podem receber alguns incentivos, como autorização simplificada para realização de eventos. Um exemplo é a Rua Itupava, polo gastronômico desde 2016.

Outros cinco projetos para a criação de polos semelhantes ao da Itupava tramitam na Câmara Municipal de Curitiba, considerando áreas específicas dos bairros Santa Felicidade, Água Verde e Uberaba, a região conhecida como Alto Juvevê e uma área na Região Norte da cidade.

Compartilhe
Publicidade

Assine a Gazeta do Povo e receba mensalmente o Bom Gourmet.