i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Negócios

Beyond Meat e PepsiCo criam gigante de alimentos plant based

  • 26/01/2021 13:06
Beyond Meat
MORGANTOWN, WV – 6 MAY 2019: Packagingand contents of Beyond Meat Beyond Burgers on steel background| Foto: Bigstock

A multinacional de alimentos PepsiCo, dona de marcas como Elma Chips e refrigerantes Pepsi, e a foodtech norte-americana Beyond Meat anunciaram nesta terça (26) uma parceria que cria uma gigante mundial de produtos plant based, a The PLANeT Partnership.

Em um comunicado emitido pela manhã, as duas empresas afirmam que a criação da joint venture ajudará a dar escala aos investimentos no crescente mercado global de substitutos à proteína animal, com a criação, produção e comercialização de lanches e bebidas vegetais. Com isso, as ações da Beyond Meat deram um salto de 31%, enquanto que a PepsiCo avançou 1%.

A parceria é vista por agentes do mercado como um avanço considerável às duas companhias, sendo a Beyond Meat a mais beneficiada. A união com a PepsiCo dará a chance de alavancar a produção e o marketing de novos produtos, além de aprofundar os investimentos em categorias de base vegetal.

“A PepsiCo representa o parceiro ideal para nós neste empolgante empreendimento, de alcance e importância globais”, disse Ethan Brown, CEO da Beyond Meat, no comunicado.

A parceria também ajudará a Pepsi a avançar no compromisso firmado no ano passado com a Organização das Nações Unidas (ONU) para diminuir as emissões de gases do efeito estufa. A companhia também vem reduzindo a quantidade de açúcar nos produtos e adicionando lanches e bebidas mais saudáveis no portfólio.

Mercado crescente

Ram Krishnan, diretor-comercial global da PepsiCo afirmou que a parceria com a Beyond Meat representa uma oportunidade de crescimento para a companhia com foco na sustentabilidade.

“Uma nova fronteira em nossos esforços para construir um sistema alimentar mais sustentável e ser uma força positiva para as pessoas e o planeta, atendendo à demanda dos consumidores por um portfólio expandido de produtos mais nutritivos”, disse em comunicado.

Atualmente, a Beyond Meat controla em torno de 13% da categoria de alternativas de carne nos Estados Unidos, segundo estimativas da consultoria de mercado Jefferies, fornecendo produtos para redes como TGI Fridays, Carl’s e Dunkin’ e no varejo para Walmart e Target.

Ainda não há previsão de venda dos produtos da Beyond Meat no Brasil.

Gigantes de olho

A investida da PepsiCo na parceria com a Beyond Meat é apenas uma das várias empreitadas que gigantes da alimentação vem fazendo nos últimos anos no crescente mercado de substitutos à proteína animal.

No ano passado, a concorrente Unilever lançou no Brasil o The Vegetarian Butcher, uma linha de produtos plant based que já existe há uma década em outros países. Ela seguiu o exemplo da chilena NotCo, que vem expandindo a presença no país desde que nacionalizou a produção, prevendo uma demanda cada vez maior.

Companhias brasileiras também avançaram no mercado desde o ano passado, como a Caldo Bom, que lançou uma linha vegana para finalizar em casa; a 100 Foods, que passou a utilizar a ervilha amarela como matéria-prima ao invés da soja; a Fazenda Futuro, que vem recebendo importantes aportes financeiros e começou recentemente a exportar para o Reino Unido, entre outras.

Segundo pesquisa recente da Kantar Worldpanel, 27% dos brasileiros dizem estar reduzindo o consumo de carne e buscando alternativas aos produtos. Em redes supermercadistas como Extra e Pão de Açúcar, a venda de hambúrgueres plant based, por exemplo, já representa 1/3 da venda bruta total do produto congelado.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.