Bebidas

Roteiro

Lugares para tomar cold brew em Curitiba

O café infusionado a frio, por longas horas, tem notas mais suaves e pode virar drink. Na capital paranaense há versões com limão, laranja, água de coco e até mesmo uísque

por Gazeta do Povo Publicado em 25/11/2016 às 10h
Atualizado em 20/02/2018 às 15h
Compartilhe

O cold brew (“infusão a frio”, em português) é uma maneira de preparar café sem precisar de nenhum utensílio a não ser uma garrafa onde será feita a infusão, que leva de 8 a 24 horas. O café resultante do processo apresenta menos acidez, menos amargor e salienta a doçura da bebida.

>>> Aprenda a fazer cold brew em casa

Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

O cold brew conquistou o paladar dos curitibanos e faz parte do cardápio de várias cafeterias da cidade. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

O cold brew pode ser bebido puro com bastante gelo, com limão ou ainda ser acrescentado em drinks, fermentado ou encorpado com nitrogênio. Conheça alguns lugares em Curitiba que servem cold brew:

4 Beans Coffee Co.

O estabelecimento serve o cold brew em um copo de 150 ml, que custa R$ 7. A 4 Beans trabalha com 15 cafés diferentes, variando o grão diariamente.

***

Arte e Letra

O cold brew pode ser pedido em duas versões na livraria e cafeteria. A tradicional vem em um copo de 300 ml e custa R$ 8,50. O cliente também pode escolher a opção feita com suco de laranja, que sai por R$ 12 o copo de 300 ml. Os cafés utilizados variam semanalmente e são torrados pela 4 Beans Coffee Co. Para fazer o cold brew, fica de 8 a 12 horas em infusão.

***

Barista Coffee Bar

O preparo sai a R$ 12 no Barista Coffee Bar. Foto: Divulgação

Na cafeteria do premiado barista Leo Moço, o cold brew é servido puro em garrafinhas de 300 ml que custam R$ 12. O café gelado é feito com o grão da casa, o Red foot, da região de Cambira, no centro-norte do Paraná, e passa por um processo de infusão de 18 horas.

***

Bisa Basílio

Cold brew do Bisa Basilio, servido com laranja e gelo. Foto: Divulgação

Cold brew do Bisa Basilio, servido com laranja e gelo. Foto: Divulgação

O cold brew é feito com o blend da casa (blend de grãos do norte do Parná, sul de Minas e Mogiana), que fica até 20 horas em infusão. O Cold Brew do Bisa é um drink feito com o café, tônica, gelo e uma rodela de laranja. Sai por R$ 8,50 (250 ml).

 

***

Café Dugraum 

São quatro opções de cold brew do Café Dugraum, no Centro de Curitiba, servidas todos os dias na casa: com limão (R$ 10), com leite gelado cremoso (R$ 10), com água de coco e hortelã  (R$ 12), e com Jack Daniel’s (R$ 15). Todas as opções também vêm com gelo e são servidas em um copo de 400 ml.

***

Cookie Stories

Foto: Divulgação

Na Cookie Stories, o Cold Brew vem em um copo de 440 ml e custa R$ 10.

***

Cuore di Cacao

O cold brew da chocolateria é produzida com um blend da Microtorrefação Café do Moço. A garrafa tem 300 ml e custa R$ 12. Ela pode ser servida com gelo e também leite gelado.

***

Exprèx Caffè

Bagel com linguiça Blumenau no Exprèx Caffè. Foto: Luiz Cesar Mello Jr/Divulgação

Bagel com linguiça Blumenau no Exprèx Caffè. Foto: Luiz Cesar Mello Jr/Divulgação

O cold brew da casa é feito com grãos da Fazenda Baú, que fica no cerrado mineiro. Ele é servido com água gaseificada, calda de caramelo, fatias de limão siciliano e hortelã. Vem com bastante gelo e custa R$ 8,70 o copo com 300 ml.

***

Lucca Café

Foto: Divulgação

No Lucca, o grão de café que compõe o cold brew varia de acordo com o dia. Foto: Divulgação

Com 22 microlotes vendidos na cafeteria, o grão do cold brew varia semanalmente. A infusão leva de 18 a 24 horas e o café é servido com um pouco de água para não deixar o sabor tão forte (R$ 8, 450 ml).

***

Orna Café

Foto: Divulgação

O Orna Café é o primeiro empreendimento offline das criadoras do blog Tudo Orna. Uma das bebidas da casa, que tem o conceito “to go”, é o Cold Brew que sai por R$ 14. Ele pode ser consumido no local ou levado para casa em uma embalagem própria.

***

Rause Café + Vinho

O cold brew da Rause é servido em dois tamanhos: 200 ml e 300 ml. Foto: Javiera Donoso/Divulgação

Sempre que o café chega fresco e está calor, a casa oferece o cold brew. Ele é servido em dois tamanhos: 200 ml por R$ 12,50 e 300 ml por R$ 14,50. A bebida também está presente em um drink da casa (que não está sempre disponível no cardápio): o Aperol SunRause (R$ 19,90) , que leva cold brew, Aperol, suco de limão, açúcar demerara e xarope de avelã.

***

Supernova Coffee

Foto: Camila D'Orazio/Divulgação

No Supernova, a bebida é servida pura em um copo com 400 ml. Foto: Camila D’Orazio/Divulgação

O Supernova Coffee tem três opções de cold brew. O tradicional (R$ 6,75) é feito com um blend desenvolvido exclusivamente para o método, com grãos do Norte do Paraná e do Sul de Minas Gerais. Outra opção é o Coco Brew (R$ 9,50), que leva cold brew e água de coco. Ambas as opções são servidas em um copo de 400ml.

A terceira opção é feita com nitrogênio. O sistema parece com o de uma chopeira, utilizando uma válvula que mistura o gás nitrogênio ao café. O resultado é uma bebida similar a uma cerveja estilo stout. Essa variação estará disponível apenas nas lojas do Batel e Rua 24 Horas a partir da segunda quinzena de março. O preço é R$ 8,75.

LEIA TAMBÉM:

>> Confira 5 preparos gelados com café em Curitiba

>> Curitibano desenvolve café com 220% mais cafeína do que o normal

Compartilhe

8 recomendações para você