i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Confeitaria

Paranaense vence episódio do reality show Que Seja Doce

Chef pâtissier Diego Prado participou do programa que teve como ingrediente principal o morango

  • PorPriscila Bueno, especial para a Gazeta do Povo
  • 06/10/2015 14:26
Esfera de iogurte com morango apresentada no reality. Foto: Adalberto de Melo 'Pygmeu'/ Divulgação
Esfera de iogurte com morango apresentada no reality. Foto: Adalberto de Melo 'Pygmeu'/ Divulgação| Foto:
Esfera de iogurte com morango apresentada no reality. Foto: Adalberto de Melo 'Pygmeu'/ Divulgação
Esfera de iogurte com morango apresentada no reality. Foto: Adalberto de Melo 'Pygmeu'/ Divulgação

Teve paranaense vencendo o primeiro episódio da nova temporada do reality Que Seja Doce, do GNT. O chef pâtissier Diego Prado, que cozinha desde os 15 anos, se sobressaiu misturando a fruta com aromas diversos, como da amburana (árvore brasileira) e do manjericão.

Prado, que ministra aulas de pós-graduação em Pâtisserie na Universidade Positivo e comanda a sua Prado’s Bakery, conta que programa foi gravado em julho e, desde então, teve que manter absoluto segredo.  Ele é formado pelo IGA (Instituto Gastronômico das Américas) e já passou por algumas cozinhas, como da antiga Vino! e Lys Bistrô.

No reality show diário comandado por Felipe Bronze, três participantes disputam o título de confeiteiro “mais doce”. Os jurados são Lucas Corazza, Carole Crema e Roberto Strongoli. Confira o que o chef contou com exclusividade ao Bom Gourmet sobre a competição:

Qual foi o seu cartão de visita (prato que os confeiteiros apresentam primeiramente aos jurados)?
Eu apresentei um macaron de castanha-do-pará com ganache de chocolate branco aromatizado com amburana. A semente dessa árvore remete ao floral e é bem intensa.

E como foram as provas do reality?
Na primeira delas, tivemos que apresentar três finger foods com morango. Eu apresentei uma panacotta de manjericão e calda de morango, um mousse de baunilha com coulis de morango e um pound cake [um tipo de bolo que tem proporções iguais de farinha, manteiga, ovos e açúcar] com morango fresco e raspas de limão siciliano. Na segunda prova, eu fiz uma composição em um prato grande com mousse de iogurte com morango, calda de morango aromatizada com raspas de limão com espumante demi-sec, meregue de limão caipira e um ultracremoso de hibisco.

E como foi a avaliação?
O [Roberto] Strongoli disse que achava péssima a combinação de manjericão com morango. Ele falou que a panacotta estava perfeita, mas com sabor de pizza. O Lucas deu até uma dica de deixar o manjericão em infusão em outro líquido – que não o leite –, como o creme de leite para suavizar o sabor dele. Mas, de modo geral eles gostaram bastante. Só que eles falaram que eu não saí da minha zona de conforto e não arrisquei tanto.

Como foi participar? Você ficou nervoso?
Eu me inscrevi contando que não ia. Mas uma semana depois recebi um e-mail avisando que tinha sido selecionado. Eles nos deixaram levar nossas receitas, mas fiquei nervoso porque nunca tinha participado de um concurso em TV.

Você também é finalista de outro concurso (promovido pela distribuidora e revista paulista Padaria 2000 e cuja final ocorre no dia 28). Como é a sobremesa que te levou à final?
É a entremet [uma espécie de torta em camadas] Brasileirinha. Ela tem três texturas: do pão de ló, da mousse e da tapioca. A mousse é aromatizada com a amburana e a entremet leva ainda doce de leite e castanha-do-pará.

A entremet Brasileirinha. Foto: reprodução Facebook
A entremet Brasileirinha. Foto: reprodução Facebook

O que você espera a partir do momento que você foi o “confeiteiro mais doce” do reality?
Com certeza, mais visibilidade. Ontem, depois do programa, fiquei respondendo mensagens das 21h até uma da manhã.

Que características você acredita que deve ter um bom confeiteiro?
O que eu vejo bastante é que as pessoas pecam pela falta de paciência em aprender. Além disso, devem ser humildes para estarem sempre aprendendo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.