Bom Gourmet

Santa Catarina

Chope, chocolate, comida alemã e italiana: 5 razões gastronômicas para visitar Pomerode

Joelho de porco e chucrute são pratos típicos alemães encontrados com facilidade em restaurantes. Mas a gastronomia da cidade não se resume à comida alemã

por Juliana Gomes, especial para a Gazeta do Povo Publicado em 11/07/2018 às 08h
Compartilhe

POMERODE – O turismo acelerou em Pomerode (SC), nos últimos anos. Conhecida como o pedaço mais alemão do Brasil, é difícil encontrar um fim de semana em que a cidade não receba algum evento cultural, gastronômico ou esportivo. As hospedagens são mais disputadas em janeiro, quando acontece a Festa Pomerana, uma espécie de pequena Oktoberfest. Mas ao longo de todo o ano é possível visitar o maior acervo de construções em enxaimel fora da Alemanha, passear a pé, e aproveitar as opções de cervejas e quitutes.

>> 5 locais imperdíveis em Gramado e Canela

A gastronomia de Pomerode inclui grandes restaurantes e confeitarias especializadas em marreco recheado, chucrute, purê de maçã, cuca e strudel, mas a variedade surpreende e vai além da cozinha alemã. Restaurantes italianos e pizzarias também são disputados, além de hamburguerias e lanchonetes. Entre um passeio e outro, não deixe de provar, ainda, os chopes locais e os chocolates artesanais.

5 motivos gastronômicos para visitar Pomerode

1. Wunderwald

Joelho de porco do Wunderwald

Joelho de porco do Wunderwald. Foto: Divulgação.

Um dos maiores nome da comida alemã da cidade, o restaurante é quase um ponto turístico. Além de recordar as características da época colonial até na decoração, os garçons atendem os clientes com trajes típicos. É impossível não se sentir na terra de Beethoven. O serviço é à la carte e a maior parte dos pratos serve duas pessoas. O sucesso do menu fica por conta do eisbein, o joelho de porco temperado, que acompanha chucrute, raiz forte, mostardas, batatas cozidas, ervilhas na manteiga, duas salsichas e arroz.

O cardápio também conta com pato e marreco recheados, bisteca de porco defumada e língua ao molho sugo. Para quem quiser aproveitar a imersão na cultura alemã, mas dispensa a gastronomia típica, o restaurante também oferece massas, peixes e pratos com filé mignon. Nos fins de semana, é preciso chegar cedo.

Serviço
Rua XV de Novembro, 8.444, Testo Central, Pomerode. Funciona de segunda a sábado de 11h30 às 15h30 e de 18h30 às 22h30. Nos domingos, de 11h às 15h.

>> Conheça o hard Rock Cafe Gramado

***

2. Bar da Schornstein

Foto: Daniel Zimmermann.

Sozinhas, as cervejas da Schornstein já valem a visita a Pomerode. A marca chegou a abrir uma unidade no interior de São Paulo, mas já passou toda a produção para a sede catarinense.

O bar, a loja de souvenirs e a fábrica são praticamente integrados. O primeiro oferece um menu enxuto de petiscos inspirados na cozinha alemã e a grande variedade de cervejas da casa on tap. Além de provar as bebidas, é possível caminhar poucos metros até a loja e levar pra casas as garrafas de IPA e imperial stout, grandes nomes da empresa. Pra quem não quer ficar só na cevada, há opções de kits de churrasco, pães, acessórios da marca e patês.

Serviço
Rua Hermann Weege, 60, Centro, Pomerode. A loja funciona das 9 às 19h e o bar funciona todos os dias das 17 às 23h.

>> Conheça o restaurante português de Cristiano Ronaldo em Gramado

***

3. Pomerode Empório

pomerode empório

Foto: Divulgação.

Uma das novidades da cidade, o recém-inaugurado Pomerode Empório é uma mistura de café com quitanda especializada nos produtos da cidade. Para levar pra casa, há chocolates Nugali, cervejas da Schornstein e de outras marcas regionais, os famosos queijos fundidos em bisnagas, geleias, conservas, alfajor e bolachinhas.

Para comer no local, há salgados, tortas recheadas, sanduíches de linguiça blumenau, porção de linguiça húngara e salsichas. Entre os doces, as estrelas da casa são o cheesecake de amora e o strudel de queijo com maçã. Para beber, o empório oferece cervejas, cafés especiais, como affogato de nutella, chai e outras.

Serviço
Rua Hermann Weege, 160. Funciona de quarta a sábado de 9h30 às 18h30 e domingos de 10h às 18h.

***

4. Nugali – Loja de fábrica

chocolate da nugali

Foto: Divulgação.

A pequena fábrica de chocolates, que conta com 30 funcionários, é o maior representante de Pomerode fora de Santa Catarina. Presente em todas as regiões do país, os bombons e barras feitos à base de manteiga de cacau brasileiro também já são encontrados no Japão, Emirados Árabes, França, Estados Unidos e Peru. Trata-se da única marca nacional a chegar na última etapa do International Chocolate Awards, um dos maiores prêmios de chocolates finos do mundo. A Nugali voltou pra casa com a medalha de prata na categoria “chocolates puros” em duas edições da premiação, que reuniu mais de 600 inscritos.

Na cidade, é possível comprar os chocolates da marca em padarias, empórios e restaurantes, mas a visita à loja de fábrica é indispensável. No local, aproveite para degustar um bombom de macadâmia ou castanha de caju enquanto bebe um espresso ou cappuccino, e conheça a grande variedade de produtos da marca. Há opções para todos os paladares, como chocolate ao leite, branco e até 80% cacau. O lançamento mais recente é a barra de 80g de chocolate 63% com pimenta rosa, que faz parte da linha que homenageia ingredientes brasileiros. Além do fruto da aroeira, há barras com açaí e cupuaçu. No ano que vem, a fábrica também estará aberta à visitação.

Serviço
Avenida Quinze de Novembro, 290 – Centro, Pomerode – SC. Funciona de segunda a sexta de 8h30 às 19. Sábados de 9h às 18h, domingos de 10h às 18h.

***

5. La Spezia Ristorante

Agnolotti ao sugo do La Spezia - Crédito_ Lucio Signore

Agnolotti ao sugo do La Spezia. Foto: Divulgação.

Engana-se quem pensa que Pomerode se resume à comida alemã. Na gastronomia local, as massas e pizzas também têm o seu lugar garantido. O La Spezia Ristorante, que funciona em uma antiga fábrica de cerâmica, é o maior exemplo do sucesso da cozinha italiana entre moradores e turistas. O restaurante também ostenta o título de cantina italiana mais antiga da cidade.

Mas a sensação de aconchego do ambiente e a qualidade das massas artesanais não são os únicos fatores que fazem os clientes lotarem as mesas. A fama do restaurante, muito frequentado por turistas da região Norte de SC e do Paraná, também se dá pela relação de proximidade dos clientes com a proprietária. A chef curitibana Sandra Carvalho começou o restaurante na cozinha de casa, quando já morava em Pomerode, como forma de sustentar os filhos e até hoje não perdeu a simplicidade e a forma carinhosa de atender o público assíduo.

“No começo foi difícil. Ninguém daqui queria comer polenta e berinjela marinada, era só comida alemã. Foi um grande desafio expandir a cultura gastronômica da cidade quando comecei, há 25 anos”, conta Sandra.

Pizza de presunto parma do La Spezia

Pizza de presunto parma do La Spezia. Foto: Divulgação.

Nas quintas-feiras, o La Spezia promove o Festival de Massas, quando grande parte dos pratos da casa é servida em pequenas porções por R$ 55. Nos outros dias, o serviço é à la carte. Uma das preparações de maior sucesso da cozinheira é o filé à parmegiana, assado no forno a lenha, e o clássico fettuccine à carbonara.

O cardápio é extenso e também inclui várias opções com camarão, a nova febre entre os clientes. Das lasanhas, a campeã de vendas é a de funghi com massa de espinafre e iscas de filé mignon. Nas sextas e sábados, é melhor fazer reserva para garantir uma mesa. E, nas noites de domingo, este também é um dos únicos restaurantes abertos da cidade.

Serviço
Rua Luiz Abry, 1206 – Centro, Pomerode – SC. Funciona de terça a domingo de 18h30 às 23h30.

Compartilhe

8 recomendações para você