Bebidas

Exclusivo

Rede de restaurantes de Curitiba lança linha própria de vinho produzida em Portugal

Tinto, branco e rosé, das regiões do Douro e da Bairrada, foram desenvolvidos para harmonizar com pratos de frutos do mar

por Roberta Braga, especial para Gazeta do Povo Publicado em 01/08/2018 às 16h
Compartilhe

Oferecer aos clientes rótulos próprios de vinho é uma tendência em restaurantes pelo mundo, em especial nos locais próximos a regiões produtoras. Isso também já é uma realidade no eixo Rio-São Paulo. Em Curitiba, a rede de restaurantes Victor, especializada em frutos do mar, aderiu a esse movimento e lançou três rótulos próprios exclusivos: os vinhos Surpresa Tinto, Surpresa Branco e Surpresa Rosé passaram a integrar a carta dos quatro restaurantes da rede em Curitiba.

Vinho Surpresa Branco: acidez para harmonizar com diferentes preparos. Foto: Divulgação

O restauranteur do grupo Victor, Chico Urban, conta que a ideia é antiga e que por ser um apreciador de vinhos, sempre quis trazer isso para os restaurantes. “É uma exclusividade, algo a mais para o cliente que passa a poder contar com opções de bebidas que foram pensadas para harmonizar especificamente com nossos pratos”, diz.

Depois de alguns anos de conversa com produtores portugueses, a ideia conseguiu sair do papel. “Em 2017, em conversa com o pessoal da Cave Messias de Portugal, falei da minha vontade. Eles gostaram e, junto com a Porto a Porto, a ideia foi evoluindo até que no final do ano passado lançamos os primeiros rótulos: o branco e o tinto.”

Como a vontade do restauranter era ter um rótulo da região do Douro e um da Bairrada, ambas em Portugal, esse foi o ponto de partida para o processo de desenvolvimento dos vinhos. “Como no Douro os tintos falam mais alto e a Bairrada é conhecidas pela uva branca, fomos nessa linha. Experimentei alguns vinhos que a Caves Messias tinha aqui no Brasil e que mais se assemelhavam ao que eu buscava.”

“Também frisei algumas características que achava importante para que harmonizassem com a nossa gastronomia, como uma presença mais discreta do sabor amadeirado e um teor alcoólico que não fosse muito alto. O resultado deu muito certo, tanto que a primeira remessa de vinho branco, de 2.400 garrafas, esgotou muito rápido”, conta. Com o sucesso dos primeiros rótulos, em junho o vinho Surpresa Rosé veio para completar a linha.

Na hora de idealizar os rótulos, eram prioridades também que as bebidas harmonizassem com a gastronomia do local e também que chegassem ao cliente com um custo acessível. “Nossa ideia sempre foi ter algo mais democrático, um vinho da casa mesmo, e não uma bebida mais sofisticada”, diz. As garrafas estão entre as mais acessíveis do restaurante, mas não são as mais baratas. Cada um dos rótulos sai a R$ 79 a garrafa ou R$ 19 a taça (185 ml). Para levar para casa, o cliente ganha um desconto de 10% no valor.

Características dos vinhos

O que tem feito mais sucesso nos restaurantes é o Surpresa Branco, da região da Bairrada, feito com as uvas Maria Gomes e Bical. É um vinho fresco, com aromas de característica floral e notas de frutas cítricas e minerais. “É um vinho com acidez de média para boa, característica necessária para combinar tanto com um prato como peixe com legumes, uma moqueca e até com um estrogonofe de camarão. Além disso, é um vinho de permanência na boca”, explica.

Surpresa Tinto: mais leve, combina com os pratos com bacalhau. Foto: Divulgação.

Já o Surpresa Tinto, da região do Douro, é feito com as uvas Tinta Roriz, Tinta Barroca, Touriga Franca e Touriga Nacional e traz notas de frutas escuras maduras. “É um tinto mais equilibrado e leve, com menos tanino, para combinar com frutos do mar. Ele foi pensado para os pratos com bacalhau.” O Surpresa Rosé, também da região da Bairrada, é feito com as uvas: Alfrocheiro e Baga. “O rosé é aquele vinho mais fácil de tomar, leve, que tem uma fruta vermelha mais agradável. Como é bebido gelado, também fica um vinho mais lento. Para harmonizar é bem versátil, como tem acidez e tem tanino, pode combinar com praticamente todos os pratos do nosso cardápio.”

LEIA TAMBÉM

Enóloga portuguesa Filipa Pato conquista o mundo dos vinhos longe da sombra do pai

Ainda não escolheu o presente para o seu pai? Veja 20 vinhos até R$ 100

O paraíso fica em Portugal: tintos do Douro surpreendem pela qualidade

Compartilhe

8 recomendações para você