Nova hamburgueria aposta na temática paranaense
| Foto: acintosh)
No Paranavaí, o hambúrguer é feito com costela e pedaços de bacon. Aqui, acompanhado por batatas rústicas. Fotos: Fernando Zequinão/ Gazeta do Povo
No Paranavaí, o hambúrguer é feito com costela e pedaços de bacon. Aqui, acompanhado por batatas rústicas. Fotos: Fernando Zequinão/ Gazeta do Povo

Piá pançudo, dolangue, de boa. Quem é do Paraná já ouviu ao menos uma vez esses termos. Pois, foi pensando neles que um quarteto da área de saúde resolveu abrir a 277 Hamburgueria Paranaense há quase dois meses. Os biomédicos Geana Zanella, Alysson Cumin e Augusto Dieckmann e a enfermeira Elaine Coutinho, apostaram na tendência do hambúrguer artesanal aliada a igredientes selecionados. O que dizer do hambúrguer de costela com bacon (que vai no sanduíche Paranavaí)?

LEIA MAIS
>>> A reinvenção do hambúrguer

>>> Vinhos do Paraná se destacam em concurso

>>> Indique o Sabor Popular de Curitiba

O mural traz várias referências ao estado.
O mural traz várias referências ao estado.

A imensa parede do local, um mural feito pelo grafiteiro Bolacha repleto de pontos turísticos do estado, como o Jardim Botânico e Vila Velha, não deixa dúvidas que a temática é mesmo paranaense. E isso se traduz nos nomes dos sanduíches, que homenageiam cidades do estado e algumas gírias. Elaine explica que são 19 opções de hambúrguer, sendo duas vegetarianas e uma light. “Nossas carnes têm 200 g, são confeccionadas na casa e assadas na grelha”, diz. No cardápio há opções clássicas e especiais. Entre os clássicos, há o Piá Pançudo, com hambúrguer bovino da casa, queijo muçarela e bacon no pão com gergelim (R$ 22).

No vegetariano Jardim Botânico, o hambúrguer é de ervilha, azeitonas e champignon.
No vegetariano Jardim Botânico, o hambúrguer é de ervilha, azeitonas e champignon.

Na lista dos especiais (são oito sugestões), destaque para o Campo Mourão, com hambúrguer de pernil de cordeiro, tomate cereja, alface e cebola roxa (R$ 29); o vegetariano Jardim Botânico, com hambúrguer de ervilha, azeitonas e champignon, molho branco com toque de limão siciliano e queijo derretido (R$ 25); e o Largo da Ordem, hambúrguer de picanha, queijo provolone derretido, geleia de pimenta vermelha, fatias de bacon, cebola caramelizada e flambada no uísque, molho barbecue picante e pimenta biquinho em conserva (R$ 39).

“Há hambúrgueres de camarão, bacalhau, charque, peito de frango, linguiça italiana, picanha e filé mignon”, completa Elaine. Os lanches podem ser acompanhados por batatas rústicas, onion rings, mandioquinha frita, batatas smile e salada caprese por um acréscimo de R$ 3.

A casa ainda oferece porções (a de polenta frita custa R$ 14) e sobremesas, chamadas de Largando os bets. A atração é o pudim de leite condensado na lata (R$ 10), que é assado na lata e aberto na frente do cliente que presencia a calda escorrer. Mas, tem também brownie, petit gâteau e cheesecakes.

O pudim de leite condensado é assado na lata e a atração da carta de sobremesas.
O pudim de leite condensado é assado na lata e a atração da carta de sobremesas.

Para beber, chopp da Stella Artois, mais de 30 rótulos de cervejas (a partir de R$ 6), como Patagônia, Hoegaarden, Goose IPA e Kirin Ichiban. Há ainda uma carta de milk-shakes, como o clássico chocolate (R$ 14), Oreo (R$ 18) e o alcoólico de cerveja (R$ 21).

***

Serviço:

Rua Vicente de Carvalho, 113, loja 2, Cajuru — (41) 3095-4277. Abre de terça a domingo, a partir das 18 horas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]