Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
morre pepe
O restaurateur José Fráguas López, o Pepe, estava à frente do icônico restaurante Bar Palácio desde os anos 60.| Foto: Pedro Serápio/Arquivo/Gazeta do Povo

Faleceu neste domingo (23) o empresário e restaurateur José Fráguas López, o Pepe, que estava à frente do icônico restaurante Bar Palácio desde os anos 60. Pepe tinha 90 anos e faleceu em sua casa. Ele será velado nesta segunda-feira (24) no Cemitério do Água Verde a partir das 12h e o sepultamento está marcado para às 16h. Deixa a filha Conchita. O outro filho do empresário, Francisco, faleceu em 2021.

Pepe que já enfrentava problemas de saúde, sofreu um infarto no domingo. A administração do Bar Palácio vinha sendo feita pela sua filha nos últimos dois anos.

O empresário recebeu, em novembro, uma homenagem do Prêmio Bom Gourmet por sua resiliência e exemplo no setor gastronômico. Nascido na cidade de Pontevedra, Galícia, na Espanha, Pepe veio para Curitiba aos 23 anos, em 1955, juntamente com a esposa Adelina. Ele logo começou a trabalhar no Bar Palácio, então de propriedade de seu sogro.

Muitos dos pratos que deliciam os frequentadores são servidos desde 1930, quando o restaurante foi aberto, até hoje. Pepe valorizou o sabor e transformou a casa numa verdadeira instituição da cidade. “Responsável pela arte da gestão do sucesso do Bar Palácio, Pepe é consenso: exemplo incomparável de restaurateur bem sucedido”, diz o amigo e frequentador de longo data, o advogado Guilherme Rodrigues, colunista de vinhos do Bom Gourmet.

"Mais do que tristeza, devemos reverenciar a figura do Pepe. Ele é um dos fundadores do que chamamos de gastronomia curitibana. Sempre trabalhou com persistência e resiliência em prol do setor e ajudou a tornar Curitiba uma potência em restaurantes e bares no país. Somos todos devedores do legado que ele deixa para a cidade", diz o presidente da Abrasel-PR, Nelson Goulart Junior.

São emblemáticos o Churrasco Paranaense (filé em “t”, servido com a fraldinha), o Mignon à Griset, o Frango à Crapoudine (assado na brasa) e a surpreendente sobremesa Mineiro de Botas, flamejante à mesa, com goiabada e banana.

Laurindo Suk Graciano, gerente do Bar Palácio, lamentou a morte do restaurateur. "Pepe foi um grande chefe e uma pessoa muito dedicada. Um grande administrador que fará muita falta".

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]