Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Gin
Gin Nordés é feito com uva Alvarinho e onze especiarias.| Foto: Divulgação

A uva Alvarinho é famosa por dar origem a vinhos brancos e frescos, com essa casta branca produzida no norte de Portugal e na região da Galícia, na Espanha. Mas, você sabia que a casta do Norte da Penísula Ibérica também dá origem a uma bebida destilada, mais precisamente um gim?

Uma das marcas que apostam no ingrediente para produzir o destilado é a Gin Nordés, que utiliza, além da Alvarinho, onze ingredientes botânicos naturais. Para a preparação da bebida, cada botânico é macerado separadamente antes da destilação, exigindo uma quantidade diferente de tempo com base no aroma desejado, sendo que cada maceração pode durar algumas horas a quase um mês em certos casos.

Como resultado, o gim tem toques de flores brancas, verbena de limão e gengibre, com notas balsâmicas de eucalipto, louro e hortelã e aroma floral e frutado, além de um perfume de zimbro, o ingrediente mais marcante no estilo mais popular de gim, o Lonon. A base alcoólica a partir da uva Alvarinho é a responsável pelas notas frutadas tanto no aroma quanto no sabor.

Segundo o parceiro da marca no Brasil, Luis Henrique Munhoz, a base de uva dá mais leveza ao gim em relação à maioria das marcas tradicionais, pois algumas podem chegar a 50% de graduação alcoólica, enquanto o Nordés tem 40%. "Além de mais suave a maior diferença está na base do destilado. Tradicionalmente, os gins têm base destilada a partir de álcool de cereais. Já Nordés é elaborado a partir da destilação da uva Alvarinho”, diz diretor da Natique Osborne, que comercializa o Nordés.

O nome da bebida tem origem no vento Nordés, frequente na Galícia, que anuncia bom tempo. O gim de uva da marca vem em uma garrafa inspirada na cerâmica tradicional de Sargadelos, elaborada na Galícia de forma artesanal.

Consumo

O Brasil é um mercado em ascensão para o gim. Em 2020, o país ultrapassou a marca de 1 milhão de caixas de nove litros vendidas, de acordo com dados do IWSR – uma organização de análise de dados do mercado mundial de bebidas. Na categoria Super Premium , na qual está o Gin Nordés, o volume de vendas no Brasil vem crescendo perto de 100% anualmente desde 2016.

A bebida é indicada para a produção de coquetéis, como o clássico Gin Tônica, a outros que levam licor de pêssego, vermute e frutas vermelhas, entre tantos. “O consumidor se mostra cada dia mais interessado em bebidas com alta qualidade e com diferenciais para oferecer, o consumo hoje é mais que apenas um drink. As pessoas buscam por experiências”, diz Munhoz.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]