Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Uyara Torrente vive uma escritora em Nervo Craniano Zero | Marco Novack/Divulgação
Uyara Torrente vive uma escritora em Nervo Craniano Zero| Foto: Marco Novack/Divulgação

Livro

Palcos de Sangue: Morgue Story – Graphic – Nervo Craniano Zero

Paulo Biscaia Filho. Ed. Estronho, 160 págs., R$ 20. Teatro.

DVDs

Morgue Story – Sangue, Baiacu e Quadrinhos

Nevermore – Três Pesadelos e um Delírio de Edgar Allan Poe

Direção de Paulo Biscaia Filho.

Moro Filmes, R$ 20 (cada). Terror.

Lançamento

Fnac ParkShoppingBarigüi (R. Professor Viriato Parigot de Souza, 600 – Ecoville), (41) 2141-2000. Amanhã, às 19h30. Entrada franca.

  • Livro de Biscaia reúne textos que ele chama de

O diretor da companhia de teatro Vigor Mortis está numa fase de resgate. O desejo de Paulo Biscaia Filho é buscar um público que se afastou das salas de apresentação, seja fisicamente, no caso do teatro, seja emocionalmente, no do cinema.

Esse é o pano de fundo do lançamento, amanhã, do livro Palcos de Sangue, que traz os textos de três peças do grupo (Morgue Story – Sangue, Baiacu e Quadrinhos; Graphic e Nervo Craniano Zero), e dos DVDs dos filmes Morgue Story – Sangue, Baiacu e Quadrinhos e Nevermore – Três Pesadelos e um Delírio de Edgar Allan Poe.

A importância de se divulgar textos de teatro, com rubrica e tudo, é salientada na introdução do livro, feita pela crítica Daniele Avila Small, para quem "é interessante poder ler os textos de um autor que também é o diretor das montagens e quem cria as projeções e as trilhas."

Biscaia é mesmo daqueles artistas autorais, que pesquisam muito e deixam uma marca pessoal no que fazem, seja teatro ou cinema. Mas longe de se autocongratular com seus resultados, no momento, ele está interessado em ampliar seu círculo de plateia, em geral muito fiel, e que, segundo ele, aumenta a cada estreia – um garoto de 15 anos assistiu seis vezes a Séance – As Algemas de Houdini, e chamou o pai para acompanhá-lo a À Meia-noite Levarei Teu Cadáver, cuja classificação indicativa é de 18 anos.

"Mais do que formar plateia, penso em resgatar um público que se afastou do teatro. Quero investigar por que as pessoas se afastaram e ajudar para que retornem." Além, é claro, de "tentar fugir da breve existência no teatro... e na vida. Acaba sendo um registro das montagens", diz Biscaia, que não se considera um autor de dramaturgia, e sim de roteiros para aquilo que dirige.

Além das peças na íntegra, o livro de 160 páginas traz uma introdução sobre o gênero abraçado pela trupe, o Grand Guignol, e textos introdutórios que falam do processo de criação de cada obra e do início da carreira e pesquisa de Biscaia.

Cinema

Outro método de "sedução de público" será utilizado na entrada em cartaz do novo filme da Vigor, que é a adaptação de Nervo Craniano Zero. No lançamento de amanhã, as atrizes Uyara Torrente e Guenia Lemos fazem a leitura da peça.

A versão cinematográfica, depois de passar por alguns festivais e uma avant-première "secreta" em Curitiba, chega à Cinemateca nos dias 24 e 25 de agosto, com sessões às 16, 18 e 20 horas. A ideia é salpicar a plateia com surpresas relacionadas ao filme, no que Biscaia chama de "bloodorama", numa alusão a sangue (blood, em inglês) e aos sufixos adotados pela ficção científica dos anos 1950.

Depois, para a temporada de exibições do filme, a companhia negocia com locais que possam ser temporariamente transformados nos saudosos drive-in, como o jardim da Livraria Arte e Letra.

"As exibições de cinema estão ‘fast food’ demais, excessivamente triviais. Sempre considerei o cinema minha igreja e quero resgatar essa experiência."

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]