Pauline Roeder e Alysson Siqueira: apresentação é a primeira fora da FAP | Divulgação
Pauline Roeder e Alysson Siqueira: apresentação é a primeira fora da FAP| Foto: Divulgação

"Estou mais empolgado que nervoso", diz o curitibano Alysson Siqueira. O motivo é a apresentação de Um Tanto de Amor, show que estreia no Teatro Paiol hoje à noite. Ao lado da cantora Pauline Roeder, do pianista Elias Neves, do baixista Luiz Hadas e do baterista Igor Dallegrave, o grupo apresenta composições próprias e temáticas sobre o amor. Pela primeira vez.

Todos ainda são estudantes de Música da Faculdade de Artes do Paraná (FAP). A ideia inicial do projeto surgiu ano passado, quando Siqueira teve de apresentar composições suas como parte da disciplina de "canto solista". "Montei uma apresentação com sete músicas. E aí resolvi expandir a ideia. Convidei Pauline e fizemos um dueto. Chamei o mesmo pessoal que tocou com a gente na época e deu certo", explica Siqueira, de 33 anos. O show Um Tanto de Amor foi aprovado em edital da Fundação Cultural de Curitiba.

As composições que serão apresentadas ao público, pela primeiríssima vez hoje, falam de amor. Mas a proximidade com o Dia dos Namorados (12) é pura coincidência.

"São músicas pop e românticas de vários estilos, mas o que as une é a temática. Todas elas fa­­lam de algum tipo de amor: amizade, amor de pais para filhos. Há até o amor ruim, a decepção. São várias dimensões do amor retratadas", diz o curitibano, influenciado por João Bosco, Chico Buarque e Djavan.

Pauline Roeder, de 22 anos, é cantora dos grupos Bayaka, Omundô, Maná e Madrigal Arabesco. Siqueira também integra Bayaka, Omundô e Madrigal Arabesco, além de participar dos grupos Fino Trato e Banda Estilo.

Serviço

Um Tanto de Amor – com Pauline Roeder e Alysson Siqueira. Teatro do Paiol (Lgo. Guido Viaro, s/n.º), (41) 3213-1340. Hoje, às 20 horas. R$ 10 e R$ 5.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]