Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Fotos: Daniel Castellano
| Foto: Fotos: Daniel Castellano

Quem conhece o repórter fotográfico Daniel Castellano, profissional da Gazeta do Povo, sabe que, entre uma pauta e outra, ele arranja um jeito de subir em algum arranha-céu para fotografar. A mania, que começou junto com a carreira, há nove anos, virou projeto, e agora também exposição, “Periscópio Urbano”, que abre no sábado (20), na Biblioteca Pública do Paraná, às 10 horas.

Veja mais informações no Guia

A Curitiba vista das alturas vira exposição fotográfica

Mostra Periscópio Urbano, do repórter fotográfico da Gazeta do Povo, Daniel Castellano, revela 20 imagens do espaço urbano curitibano fotografado do alto de edifícios. Exposição está em cartaz na Biblioteca Pública do Paraná

+ VÍDEOS

É a quinta mostra individual de Castellano – a inauguração terá também apresentação do pianista Bruno Hrabovsky .

Fotos destacam utilizam cores e geometria para retratar a cidade.

Com curadoria de Tania Buchmann, as 20 imagens mostram Curitiba de um ângulo totalmente novo, e imperceptível para quem só a observa do chão. “Muita coisa passa batido pelas pessoas”, acredita Castellano.

Outro fator curioso das fotos é que, nem sempre, elas entregam de cara que se trata de Curitiba. Muitas, poderiam retratar qualquer capital do mundo. “Algumas pessoas me perguntam: é Curitiba mesmo? É impressionante o que a gente consegue ver do alto. É completamente diferente”, conta.

Nessa quase uma década, Castellano reuniu perto de mil imagens. Mas, para esta exposição, selecionou, junto com Tania, trabalhos a partir de 2010. “Antes disso, eu ainda não tinha um amadurecimento da ideia. Era mais um fascínio, e não um projeto.”

Reflexão

Periscópio é um aparelho óptico que permite a visualização de cima – é um acessório fundamental em submarinos, para captar imagens acima da água e de obstáculos. E é essa a ideia do fotógrafo: reproduzir imagens, mesmo que existam empecilhos no processo.

Além disso, Daniel deseja que as fotos levem os espectadores a pensar melhor sobre o espaço urbano. “Não são fotos manipuladas. Então, de certa forma, é fotojornalismo, pois retrata o que está acontecendo na cidade. De cima, você percebe melhor o trânsito, dimensiona o pouco espaço que temos. Mas também mostra a beleza dos mosaicos do chão. É uma reflexão sobre como ocupamos a cidade.”

“Periscópio Urbano” fica em cartaz até o dia 20 de agosto.

Veja algumas das fotos em exposição:

Daniel Castellano/Gazeta do Povo
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]