i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Cinema

Atores brilham em Veneza com filme inspirado na Cientologia

  • PorReuters
  • 01/09/2012 14:25

Philip Seymour Hoffman brilha como líder de um culto em "The Master", um envolvente novo filme inspirado na vida real do fundador da Cientologia L. Ron Hubbard sobre como poder e fé podem corromper.

O filme do mesmo diretor de "Sangue Negro", Paul Thomas Anderson, foi lançado no Festival Internacional de Cinema de Veneza neste sábado e, tendo a Weinstein Company como distribuidora nos Estados Unidos, o filme pode ser uma boa aposta para indicações ao Oscar.

O filme foi rotulado como "polêmico" meses antes de seu lançamento, principalmente por causa dos paralelos com a Cientologia, uma auto-denominada religião que é seguida por alguns dos maiores nomes de Hollywood e tem uma reputação por guardar cuidadosamente sua imagem.

Seus críticos descrevem o movimento como culto, o qual dizem assediar aqueles que querem sair, apesar de o movimento negar as críticas.

Anderson confirmou que o personagem de Hoffman, um homem carismático, charmoso e controlador que lidera uma fé chamada "A Causa", foi baseado em Hubbard, que morreu em 1986.

"É um personagem que criei baseado em L. Ron Hubbard. Há muitas semelhanças com os primeiros dias da Dianética", disse o diretor a repórteres após uma exibição para a imprensa, referindo-se ao sistema de auto-ajuda que Hubbard desenvolveu para a Cientologia.

"Eu não sei realmente muito sobre a Cientologia, particularmente agora, mas eu sei bastante sobre o início do movimento e isto me inspirou a usar como pano de fundo para estes personagens".

Ele disse também que havia mostrado o filme a Tom Cruise, seguidor da Cientologia que estrelou no drama de Anderson "Magnolia", de 1999.

"Ainda somos amigos. Sim, eu mostrei o filme a ele e o resto fica entre nós."

O diretor chamou o filme de "uma história de amor" entre dois personagens masculinos, e Hoffman disse que Lancaster Dodd, seu personagem, era um "profeta relutante que na verdade quer ser selvagem como Freddie".

Críticos derramaram elogios sobre os atores centrais. O Hollywood Reportes chamou a atuação de Joaquín Phoenix de "definidora de carreira" e disse que o filme era muito mais do que paralelos com a Cientologia.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.