Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Norte-americano estava à frente da primeira temporada de “True Detective”. | Divulgação
Norte-americano estava à frente da primeira temporada de “True Detective”.| Foto: Divulgação

O diretor de “Beasts of No Nation”, Cary Fukunaga, fez cinema (é dele “Jane Eyre”) e depois televisão (a primeira temporada de “True Detective”), antes de desembarcar na Netflix. Percorreu um movimento simbólico das mudanças pelas quais a indústria está passando. A migração de técnicos de Hollywood para a televisão, aliás, é um ponto fundamental dessas mudanças. Foi graças ao investimento de empresas como HBO, Showtime e agora Netflix, mas também à presença dos grandes nomes do cinema, que produções originais para a outrora chamada tela pequena ganharam prestígio.

Nesse cenário, “Beasts of No Nation” também não representa exatamente uma novidade. São vários os telefilmes badalados nos últimos anos – alguns deles, inclusive, mais elogiados do que os mais festejados títulos lançados de maneira convencional, primeiro no cinema, depois em outras plataformas .

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]