i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Equipe que filmava documentário sobre Yvonne Bezerra de Mello é assaltada no Aterro

Ladrão estava armado e, segundo vítimas, não havia policiamento no local

    • Agência O Globo
    • 22/03/2015 16:30

    Uma equipe de cinema, que filmava um documentário sobre a ativista Yvonne Bezerra de Mello, foi assaltada, na manhã deste domingo, no Aterro do Flamengo, na altura do Hotel Novo Mundo. De acordo com os envolvidos, o assaltante estava de bicicleta e armado com uma pistola. No total, foram roubadas duas mochilas, com equipamentos, dinheiro, celulares e documentos de quatro integrantes do grupo.

    “Estávamos gravando cenas para o documentário que a alemã Monika Treut está fazendo sobre o meu trabalho. Éramos um grupo de dez pessoas. Junto com outros membros do projeto Aterro Vivo eu havia acabado de abraçar uma árvore, quando o assaltante se aproximou”, contou Yvonne Bezerra de Mello.

    Ainda de acordo com a ativista, não haviam policiais militares no local e as vítimas teriam sido acudidas por um guarda municipal.

    Segundo a assessoria do 2º Batalhão da Polícia Militar (Botafogo), o policiamento no Aterro do Flamengo é realizado com rondas feitas por viaturas, rádio patrulhas, policiamento motorizado especial (PAMESP), grupamento de moto patrulha e carrinhos elétricos.

    “Gravamos nos últimos dias no Morro da Providência e no Complexo da Maré e nada aconteceu. Quando viemos terminar o trabalho aqui no Aterro, acontece isso”, disse a jornalista Ludmila Curi, que intergra a equipe de Monika Treut e teve seus documentos e celular roubados.

    O caso foi registrado na 10ª DP de Botafogo, que recebeu outras duas ocorrências de roubo de bicicletas.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.