Fãs se apertaram em frente a hotal na Zona Sul de São Paulo neste domingo (24) para ver os Jonas Brothers | Roney Domingos/G1/Reprodução
Fãs se apertaram em frente a hotal na Zona Sul de São Paulo neste domingo (24) para ver os Jonas Brothers| Foto: Roney Domingos/G1/Reprodução
  • Kevin, do Jona Brothers, dá autógrafos

Todo mundo tinha prometido não gritar, mas as cerca de 200 meninas que esperavam pela banda americana Jonas Brothers em frente a um hotel da Zona Sul de São Paulo, na tarde deste domingo (24), não resistiram quando Joe, Kevin e Nick apareceram.

Para desespero geral, eles não apenas mostraram o rosto, como também cumprimentaram, deram autógrafos e posaram para fotos junto com algumas sortudas. Os rapazes andaram cerca de 50 metros protegidos por seguranças e por uma grade de metal.

Quando se afastaram e entraram de novo no hotel, algumas fãs choraram de desespero e de alegria. Uma menina tentou correr, mas com as pernas trêmulas de nervosismo, caiu no chão.

Giullia Garilli, de 10 anos conseguiu os autógrafos de Joe e Nick por mero acaso. A mãe dela, Milena Garilli ficou próxima da grade e tentou evitar ser empurrada para frente quando os ídolos chegaram, tomaram o bloco da filha e assinaram seus nomes. "Foi uma loucura. Não esperava conseguir" disse Giullia.

Os fãs começaram o domingo em frente ao hotel. Ana Luisa Santana, de 10 anos, convenceu a mãe, Crishina Santana a viajar cerca de sete horas de Araçatuba, a 527 km de São Paulo, até a capital paulista para ver os Jonas. "Até que foi fácil", disse a mãe. "Tínhamos outras coisas a fazer aqui", completou.

Mães pacientes, pais com pressa e filhos que, por causa do peso e tamanho já estão quase perdendo o lugar sobre os ombros dos mais velhos marcaram a espera pelos Jonas em frente ao hotel em São Paulo.

Também teve irreverência, dirigida aos seguranças do hotel. "Tio, se eu desmaiar vocês me levam para dentro?" perguntou uma adolescente a um dos seguranças. "Sim", respondeu ele. E alguém sonhou: "Aí, o Kevin te leva água e faz respiração boca a boca".

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]