O holandês Harry Mulisch, autor de The Discovery of Heaven e de O Atentado, cuja adaptação cinematográfica em 1986 recebeu o Oscar de filme estrangeiro, morreu no último sábado, aos 83 anos, de câncer. Dono de uma obra marcada pela Segunda Guerra Mundial, Mulisch escreveu contos, romances, en­­­saios, livros de poesia e peças de teatro. Ele era considerado um dos principais escritores holandeses contemporâneos. "O fato de ter mãe judia e pai austro-alemão teve enorme impacto sobre ele. Sempre falava da guerra, da guerra e da guerra", recordou o escritor Cees Nooteboom, outro grande no­­me das letras holandesas atuais.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]