Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
O premiado Eles Voltam está em cartaz amanhã na mostra Novos Horizontes | Divulgação
O premiado Eles Voltam está em cartaz amanhã na mostra Novos Horizontes| Foto: Divulgação

Programe-se

Confira as próximas atrações da mostra Novos Repertórios e do Ciclo de Curtas-metragens Contemporâneos, que acontecem no Sesc Paço da Liberdade:

• Novos Repertórios

23 de agosto, às 19h30

Eles Voltam (2012, 100 min.). Direção de Marcelo Lordello. Cris e Peu, seu irmão mais velho, são deixados na beira de uma estrada pelos próprios pais. Os irmãos foram castigados por brigar constantemente durante uma viagem à praia.

20 de setembro, 19 horas

Otto (2012, cor, 70 min.). Direção de Cao Guimarães. O cineasta e artista plástico Cao Guimarães apresenta um retrato sobre a maternidade de sua esposa e nascimento de seu filho Otto, que dá nome ao longa.

20 de novembro, às 19 horas

Avanti Popolo (2012, 72 min.). Direção de Michael Wahrmann. Através do resgate de imagens Super-8 captadas pelo seu irmão nos anos 1970, André tenta reavivar a memória do pai, que há 30 anos espera seu filho desaparecido.

• Ciclo de Curtas-metragens Contemporâneos

30 de agosto, às 19 horas

• Programa: O Outro, Sem Demagogia.

A Onda Traz, o Vento Leva (Brasil, 2012). Direção de Gabriel Mascaro. Melhor Curta pelo Júri Popular na Mostra de Tiradentes.

Koala (Espanha, 2012). Direção de Daniel Remón. Exibido no Festival de Huesca.

Este Não É um Filme de Cowboy (França, 2012). Direção de Banjamin Parent. Exibido na Semana da Crítica de Cannes.

Lei e Ordem (Alemanha, 2012). Direção de Jan Soldat. Exibido no Festival de Berlim.

Serviço

Audiovisual

Sesc Paço da Liberdade (Pça. Generoso Marques, 189 – Centro), (41) 3234-4226. Mais informações em www.sescpr.com.br/unidades/sesc-paco-da-liberdade/.

Desde ontem, o Sesc Paço de Liberdade abriga o curso O Cinema de Carlos Rei­­chenbach, sobre a obra do diretor gaúcho, morto em 2012, autor de filmes importantes como Anjos do Arrabalde (1987) e Alma Corsária (1993). Quem ministra é o crítico e pesquisador Daniel Caetano, professor do Departamento de Artes e Estudos Culturais da Universidade Federal Flu­­minense (UFF).

Amanhã, às 19h30, den­­tro da mostra Novos Hori­­zontes, o espaço exibe, na Sala CinePensamento, o longa-metragem Eles Voltam, de Marcelo Lordello, com a presença do diretor, que participará de debate sobre o filme após a projeção. A produção venceu os prêmios de melhor filme, atriz (Maria Luiza Tavares) e atriz coadjuvante (Elayne de Moura) no Festival de Brasília de Cinema Brasileiro no ano passado.

Com a objetivo de trazer à cidade filmes brasileiros contemporâneos, ainda inéditos nos cinemas, a mostra exibiu, com a presença dos cineastas, filmes como Trabalhar Cansa, de Juliana Rojas e Marcos Dutra, Hoje, de Tatá Amaral, e Histórias Que Só Existem Quando Lembradas, de Júlia Murat.

Na semana que vem, no dia 30 de agosto, no mesmo local, estará em cartaz a oitava edição do Ciclo de Curtas-metragens Contemporâneos (confira quadro nesta página), fruto da parceria do Sesc com o Festival Internacional de Curitiba – Olhar de Cinema. O projeto, que tem curadoria do cineasta João Krefer, exibe filmes que fizeram carreira significativa no Brasil e no mundo.

Formação de plateia

Aristeu Araújo, técnico de atividades do Sesc Paço que responde pela programação na área audiovisual, conta que a entidade vem buscando manter uma programação regular e alternativa, que não concorra com o que oferecido pelo chamado circuito comercial. Esse trabalho tem, também, uma missão ainda mais ambiciosa: formação de plateia e fomentar a reflexão, com a realização de debates, como os que ocorrem nas sessões da Novos Horizontes .

Outra iniciativa que também visa à discussão é o Díinamo, projeto de exibição e discussão sobre estética e produção de curtas e médias-metragens. As exibições privilegiam curtas paranaenses, mas também incluem obras de realizadores de outros estados, como a paulista Julia Zakia, que, no dia 24 de setembro, às 19 horas, exibirá seus filmes ao lado de trabalhos do diretor curitibano Luciano Coelho. A curadoria do Díinamo fica a cargo do cineasta Terence Keller.

Segundo Aristeu Araújo, as sessões realizadas na sala CinePensamento, com capacidade para 56 pessoas, podendo receber até perto de 70, tem a frequência cativa de profissionais relacionados ao meio audiovisual e de cinéfilos. Mas também recebe um público de espectadores mais diversificados, que aos poucos descobre a programação oferecida pelo Paço.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]