A estudante Sayuri  Magnabosco, que desenvolveu embalagem biodegradável durante o Ensino Médio, é uma das convidadas. | Aniele Nascimento/Gazeta do Povo
A estudante Sayuri Magnabosco, que desenvolveu embalagem biodegradável durante o Ensino Médio, é uma das convidadas.| Foto: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo

Em geral, projetamos nossas aspirações profissionais para depois do vestibular. A escolha do curso já é difícil o suficiente e deixamos a prática para quando formos ‘grandes’. Pois há quem não espere essa fase para começar a pavimentar a própria história. Esse é o tema de “Tudo Que Podemos Ser”, como foi batizada esta edição do Papo U Gazeta do Povo, que será realizado na próxima quinta-feira (22) no MON (Museu Oscar Niemeyer). As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site do Papo U.

Sayuri Magnabosco, 18 anos, jovem pesquisadora curitibana, desenvolveu uma embalagem biodegradável a partir do bagaço da cana para substituir as bandejas de isopor. Detalhe: ela fez isso durante o Ensino Médio, depois de descobrir que a decomposição do isopor pode demorar até 300 anos. Fez testes com o bagaço da cana-de-açúcar e descobriu como deixar a bandeja ecológica livre de micróbios. Ganhou prêmios nacionais e internacionais.

Papo U - Tudo Que Podemos Ser

Na quinta-feira (22)

No MON (Museu Oscar Niemeyer -
R. Mal. Hermes, 999)

Às 19h

Já Gustavo Horn, 22 anos, começou no YouTube, como tantos de sua geração. Tem mais de 30 milhões de visualizações e 500 mil inscritos. Fez o primeiro vídeo aos 12 e, procurando na internet, aprendeu as técnicas que utiliza em seus vídeos. Em 2012, ganhou o prêmio YouTube NextUp, aplicado em seu estúdio caseiro.

O evento tem patrocínio do Unicuritiba e vai contar com som do DJ Marcelo Neves depois do bate-papo. Haverá um food truck (My Way) também no local. Os estudantes que participarem do Papo U receberão certificado de duas horas complementares.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]