i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Comédia

República de Curitiba vira piada no Festival de Teatro

Risorama aproveita onda e faz piada com Operação Lava Jato, Sérgio Moro e Dilma Rousseff

  • PorKatia Brembatti*
  • 28/03/2016 16:48
O comediante Diogo Portugal usa máscara do juiz Sérgio Moro | Nilton Russo/Divulgação
O comediante Diogo Portugal usa máscara do juiz Sérgio Moro| Foto: Nilton Russo/Divulgação

O assunto que domina o noticiário, as conversas de família, os grupos de WhatsApp e as postagens no Facebook também invadiu, com força, o Risorama – evento de humor que integra o Festival de Curitiba. A crise política virou combustível para os comediantes que, desde sexta-feira (25), sobem ao palco do Park Cultural. Ora em tom de brincadeira, ora incitando a plateia.

Na mesma velocidade dos desdobramentos da Operação Lava Jato, os humoristas têm atualizado as piadas. Acontecimentos recentes foram incorporados aos shows. Miau Carraro fez troça com a recente divulgação da superplanilha da Odebrecht, em que constam os nomes de dezenas de políticos que teriam recebido dinheiro da empresa. “Se todo aquele pessoal vir pra cá, vai faltar colchonete”. Já Diogo Portugal, idealizador do Risorama, disse que a presidente Dilma Rousseff cancelou a participação em um evento no aeroporto Afonso Pena, na quinta-feira (24), porque o juiz Sergio Moro teria negado o visto de viagem para a “República de Curitiba”. Na primeira apresentação, na sexta, Portugal entrou no palco com uma máscara de Moro e foi ovacionado.

Crise política vira piada no Risorama

Humoristas como Diogo Portugal, Cadu Scheffer, Murilo Couto e Eros Prado se aproveitaram dos últimos acontecimentos da Operação Lava Jato.

+ VÍDEOS

“Fora, Dilma”

No sábado (26), veio do público o momento em que a situação política esteve mais em evidência. Quando o anfitrião Márcio Ballas pediu a um dos espectadores uma frase inspiradora, o rapaz gritou “Fora, Dilma” e foi aplaudido. Mesmo que rapidamente, quase todos os convidados fizeram piadas relacionadas à situação política do país. Já o comediante Rogério Morgado não enfatizou a crise política no seu show. “Estou aqui para divertir a todos, independentemente do lado político em que a pessoa esteja. Faço piada com todos, usando assuntos em evidência”, disse.

Na noite de domingo, o tom dos humoristas subiu. Eros Prado, conhecido por participações no programa “Pânico”, incitou a plateia a xingar Dilma. Já Murilo Couto, do “The Noite”, pediu aplausos para o juiz Sergio Moro. E também comentou o vazamento de grampos telefônicos envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Eu não devo nada para a polícia, mas se os meus áudios vazarem eu vou ficar desesperado. Imagina o Lula”, brincou.

Novamente Diogo Portugal falou da República de Curitiba, mencionada por Lula em uma gravação. Disse que o ex-prefeito Rafael Greca seria escolhido secretário de Comunicação do “novo” país e começou a imitá-lo, brincando que a poeta Helena Kolody faria um poema para o juiz Sergio Moro. O Risorama começou na sexta-feira (25) e tem ao menos uma apresentação diária até quarta-feira (30).

*com a colaboração dos estudantes de Jornalismo da Universidade Positivo: Camilla de Oliveira, Lucas Rauch, Gabriela De Lara, Thais Abicalaf e Wellyngton Barcki

Serviço

Park Cultural – Anexo ao Shopping Barigui

(Rua Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 600 – Mossunguê)

Próximas apresentações:

28/03, às 19h30 (esgotada) e 22h

29/03, às 19h30 (esgotada) e 22h

30/03, às 19h30

Ingressos a R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia)

50% de desconto para Clube do Assinante da Gazeta do Povo em até 2 ingressos

Classificação indicativa: 18 anos

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.