Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Febracis explica a importância da espiritualidade dentro do trabalho de coaching
Febracis explica a importância da espiritualidade dentro do trabalho de coaching| Foto: Divulgação
  • Por FEBRACIS
  • 26/10/2020 16:44

O estudo Espiritualidade e Saúde, feito pelo Doutor em Ciências, Marcelo Saad e pela bióloga, doutora em Fisiologia, Roberta de Medeiros, aponta que “há evidências de que pessoas com espiritualidade bem desenvolvida tendem a adoecer menos, a ter hábitos de vida mais saudáveis e, quando adoecem, desenvolvem menos depressão e se recuperam mais rapidamente”. Neste caso, entende-se por espiritualidade, a busca pessoal para entender questões relacionadas ao sentido da vida e as relações com o transcendente (independente da religião).

A espiritualidade, segundo os estudiosos, ajudaria no sentido de gerar esperança, dar propósito para a vida, senso de pertencer a um grupo e a crença de não estar só.

O mais importante é que ela pode ser vivenciada em todas as áreas da vida, incluindo o trabalho. Uma das dicas é fazer o seu melhor e não apenas o possível. Isso é auto responsabilidade e autoconhecimento – e uma maneira de expressar sua espiritualidade. Nem sempre é fácil. Atualmente, por exemplo. Tem muitas famílias que estão dividindo um cômodo da casa para estudar e trabalhar – tudo ao mesmo tempo. Mas temos que ter o compromisso moral de fazer bem feito e passar isso aos nosso filhos.

Outra dica é ajudar as pessoas ao seu redor. Sua esposa está com problemas ao conciliar o home office com o cuidado com a casa? Ajude-a. Isso também faz parte da espiritualidade.

| Divulgação

A espiritualidade seria também um componente importante do ser humano e um pilar dentro do trabalho de coaching. Segundo o estudo “Efeitos do método coaching integral sistêmico sobre qualidade e satisfação com a vida”, o biológico, o psicológico, o social e o espiritual são dimensões distintas, dinâmicas e interativas do ser humano, e nenhum aspecto pode ser desconsiderado na abordagem ao cliente de coaching.

Isso porque “o coaching é um processo relacional conduzido por um profissional habilitado destinado à produção de resultados significativos na vida pessoal e profissional do cliente, por meio da identificação clara de seu estado atual, estabelecimento de metas e elaboração de um plano de ação”.

Uma ferramenta importante deste processo é o MAAS – Mapa de auto avaliação sistêmico da Febracis, considerada a maior instituição de coaching do mundo (veja mais aqui). Através dele você pode avaliar áreas importantes da sua vida: espiritual, parentes, conjugal, filhos, social, saúde, servir, intelectual, financeiro, profissional, emocional. Basta atribuir uma nota para cada um dos itens. Por exemplo, em saúde, faça algumas perguntas como alimento-me de forma saudável? Bebo o suficiente de água? Faço exercícios físicos com frequência? Tenho alguma dor? Durmo adequadamente?

Se você perceber que o desenho é disforme, ou que os pontos estão muito próximos ao círculo do meio, isso não é bom. Mas pode ser mudado. Marque as quatro áreas de sua vida que tiveram menor pontuação e foque na melhoria delas. Escolha um dos problemas e promova uma única mudança para melhorar esse item. Por exemplo, alimente-se de forma saudável. E vá adotando novas mudanças dentro de cada item. Você vai transformar sua vida em pouco tempo.

Para se aprofundar no tema é possível fazer o curso Formação em Coaching da Febracis. Ele é um programa completo, com técnicas e ferramentas voltadas para quem busca a excelência na realização de metas e objetivos. Este é o único curso de coaching do Brasil a conceder uma certificação internacional emitida por uma universidade americana, a Florida Christian University (FCU). São 100 horas de curso presencial, 72 horas de projeto prático de curso, 80 horas de atividades complementares e 16 horas de encontros não presenciais.

Saiba mais em www.febracis.com