Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Em 2020, a Anatel registrou um aumento entre 40% e 50% no uso de internet no Brasil e, em 2021, a telefonia móvel teve um crescimento de 6,8%.
Em 2020, a Anatel registrou um aumento entre 40% e 50% no uso de internet no Brasil e, em 2021, a telefonia móvel teve um crescimento de 6,8%.| Foto: Shutterstock
  • Por Vivo - Parceiro Autorizado
  • 23/11/2021 10:12

Apesar do impacto econômico da pandemia nos mais diversos segmentos e setores, não há como negar o crescimento do uso da internet no Brasil durante a quarentena. Ainda em 2020, dados divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) registraram um aumento entre 40% e 50% no uso de internet no país. Já em 2021, a Anatel também registrou um crescimento de 6,8% na telefonia móvel no Brasil, o que representa 14 milhões de novas linhas.

Fernando Moraes, diretor comercial da Móveis Brasília, parceiros da Vivo no Paraná e Santa Catarina, comenta que "o segmento de telecomunicações se mostrou um dos mais resilientes nesses tempos de pandemia do coronavírus e reforçou sua essencialidade para as pessoas, como por exemplo no home office, nas aulas em formato online, no acesso à informação e até mesmo na busca por entretenimento."

Com a necessidade do mercado, as empresas também precisaram se adaptar. "Tais situações geraram mais oportunidades por mais serviços e mais conectividade. Em um cenário com cada vez mais dispositivos por pessoa, as empresas de tecnologia evoluíram, assim como as operadoras de telecom", complementa Moraes.

O novos desafios da indústria de telecomunicação

Mais do que simplesmente suprir as necessidades do mercado, o setor de telecomunicações teve que rapidamente evoluir e trazer novos serviços e soluções para o consumidor. Moraes explica que "essa jornada da transformação digital exigiu novas tecnologias, serviços e investimentos para adequar a infraestrutura para a expansão do 5G, por exemplo. Quando pensamos em estimativa de demanda, prevê-se que a quantidade de dispositivos conectados à internet pode até mesmo quintuplicar até 2025."

Com as novas necessidades do mercado, as empresas de telecomunicações tiveram que evoluir rapidamente, enfrentando novos desafios.
Com as novas necessidades do mercado, as empresas de telecomunicações tiveram que evoluir rapidamente, enfrentando novos desafios. | Shutterstock

Segundo Moraes, “um dos grandes desafios do setor de telecomunicações é justamente se preparar para tantas oportunidades. Também é preciso mão de obra qualificada para implementar e dar suporte a serviços inovadores e à multicanalidade conquistada até aqui. A entrega das operadoras deve ir além da conectividade, pois passa a ser seu papel entregar uma solução completa de comunicação personalizada de acordo com as necessidades de cada cliente."

"O ambiente é ainda mais desafiador para as empresas de telecom, pois precisam estar atentas às novas necessidades tecnológicas, além das novas exigências do mercado para sempre melhorar a experiência do consumidor, modernizar e automatizar ao máximo seus processos", completa.

O futuro da telecomunicação

Com o crescimento do setor, Moraes prevê que “O mercado de telecomunicações está em constante evolução, mas ao falarmos sobre tendências, podemos dizer que o uso das chamadas digitais pela internet continuará ganhando força e crescendo, assim como formatos diferentes de videochamadas e conferências, o que reduz custos para as empresas”.

Com novos desafios, profissionais e soluções, o setor de telecomunicações está passando por diversas renovações. Além de suprir as necessidades dos consumidores é importante oferecer produtos e serviços inovadores e de qualidade. “Especialmente com a chegada do 5G no país, a tendência para o setor será apostar cada vez mais em qualidade, aprimorar sempre sua capacidade de adaptação e flexibilização e no estreitamento do relacionamento com o cliente”, conclui Moraes.

Que tal escolher um aparelho smartphone e ficar pronto para o futuro? Na Móveis Brasília, você encontra tudo o que precisa. Confira!