Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Se o consumo de plástico não mudar, até 2050 terá mais plástico do que peixe nos oceanos
Se o consumo de plástico não mudar, até 2050 terá mais plástico do que peixe nos oceanos| Foto: ShutterStock
  • Por Sistema Blu - Assinatura de Água Mineral
  • 29/04/2021 14:20

Cada vez mais estamos conscientes de que o plástico é um inimigo do meio-ambiente. Isso porque o material leva mais de 400 anos para se decompor, o que causa superlotação dos espaços utilizados para aterros sanitários. No Brasil, existem mais de 3 mil lixões irregulares, de acordo com a Abrelpe (Associação Brasileira das Empresas de Limpeza Pública).

A falta de espaço nos aterros é altamente prejudicial para o homem e a natureza, porque uma de suas consequências é o descarte de plástico e outros lixos em rios e mares, além da contaminação de lençóis freáticos. Estima-se que, até 2050, os oceanos terão mais plásticos do que peixes — são 8 milhões de toneladas do material descartadas na água. Isso é preocupante tanto pela interrupção do ecossistema marinho quanto pela morte de animais por ingestão de plástico.

Se levarmos em conta apenas os animais marinhos, pode-se considerar que cerca de 100 mil são mortos por este motivo, colocando 15% das espécies de água em extinção. Além da preocupação com a fauna, a presença de lixo nos oceanos é prejudicial para a saúde humana, principalmente se o ritmo de produção e descarte não diminuir.

Faça parte do futuro. Conheça os planos de assinatura Sistema Blu para empresas

Preocupação coletiva

Hoje, a conscientização sobre a necessidade de uma mudança de hábitos é mais discutida tanto por indivíduos quanto por empresas que visam transformar essa realidade. Um dos debates é sobre o consumo de embalagens de plástico - já sabendo que 91% do material produzido não é reciclado, e sim descartado.

Mesmo com essas informações, continua-se o debate de como alterar estilos de vida e hábitos de consumo para preservar o planeta, de maneira acessível e consciente. Um exemplo são as famosas garrafinhas d’água. Item essencial para o ser humano, a água é normalmente vendida em garrafas de plástico e, ainda segundo a Abrelpe, 1 milhão delas são compradas por minuto, no mundo inteiro.

Possíveis soluções precisam ser adotadas por todos

Mas, então, o que pode ser feito para mudar essa realidade? Seria possível consumir água mineral e ao mesmo tempo contribuir com a sustentabilidade, aderindo a uma vida de consumo consciente que reduz a produção lixo?

Hoje, você pode ter água mineral encanada na sua casa e no seu trabalho. Conheça o Sistema Blu
Hoje, você pode ter água mineral encanada na sua casa e no seu trabalho. Conheça o Sistema Blu| ShutterStock

Evitar o consumo de garrafas plásticas pode ser possível - e fácil - com a ajuda da tecnologia. O abastecimento de água mineral de qualidade em encanamentos atóxicos é a proposta do Sistema Blu, que, através de assinaturas, oferece uma alternativa ótima para o consumo de água que não prejudica o planeta.

Quer água mineral na torneira de casa? Conheça os planos da Sistema Blu

Visando economia e sustentabilidade, o Sistema Blu pode ser incorporado em residências, empresas e condomínios. As construtoras que adotam o sistema também podem adquirir o selo Green Building, por contribuir com o engajamento ecológico. Ter água mineral encanada de qualidade, além do conforto, também proporciona praticidade e saúde.

Já que o Sistema Blu funciona como uma assinatura, cada caso é avaliado de acordo com os planos disponíveis, evitando desperdício e extinguindo o consumo de garrafas plásticas.

Se cada um fizer a sua parte, poderemos melhorar a qualidade de vida individual e contribuir com a sustentabilidade do planeta. Venha com o Sistema Blu.

Conheça a Blu