Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Curitiba
  3. Big Portão vira Walmart; Mercadorama Juvevê deve ser o próximo

supermercado

Big Portão vira Walmart; Mercadorama Juvevê deve ser o próximo

Rede americana segue alterando a bandeira dos supermercados de Curitiba

  • Da Redação
Antigo Big, agora Walmart: nova opção no bairro Portão. | Aniele Nascimento/Gazeta do Povo
Antigo Big, agora Walmart: nova opção no bairro Portão. Aniele Nascimento/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Quem frequenta o bairro Portão, em Curitiba, deve ter percebido uma mudança em um dos principais hipermercados do bairro. Na sexta-feira passada (26), a loja do Big da Avenida Presidente Arthur Bernardes reabriu oficialmente como unidade do Walmart, depois de modificações.

Além do Big, o Walmart vai aposentar outras três bandeiras de supermercados no Brasil: a marca paranaense Mercadorama, o Nacional e o Bompreço. As transformações vão acontecer até 2021 e ao custo de R$ 500 milhões. Em Curitiba, o Mercadorama do Jardim das Américas foi a primeira loja a mudar para a bandeira Walmart.

Além da nova fachada em azul e amarelo, o antigo Big do Portão mudou o arranjo dos corredores e disposição dos produtos. Também houve incremento na iluminação do espaço e as prateleiras são novas. Uma das principais diferenças com a mudança de marca é abertura de novos caixas para pagamento.

- Leia também - Walmart no Jardim das Américas inaugura com wi-fi e autoatendimento

Mercadorama Juvevê

Ainda não há previsão da próxima loja do grupo a ser revitalizada para Walmart em Curitiba. Entretanto, tudo indica que o próximo deve ser o Mercadorama do Juvevê. Sexta-feira (3), o letreiro da marca paranaense foi retirado da fachada para dar lugar à marca Walmart.

No caso dos Mercadoramas, o Walmart tem uma proposta diferente dos hipermercados tradicionais, com foco na venda de produtos para o dia a dia. Por isso, não comercializa eletrodomésticos, roupas e eletrônicos. Os conceitos da nova loja do Jardim das Américas deve se repetir no Juvevê, com seção específica para vinhos, produtos orgânicos, diet e light, a possibilidade de autoatendimento na padaria e a abertura de mais caixas para pagamento. Também deverá haver acesso a wi-fi para os clientes.

Colaborou: Cecília Tümler

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2017/11/04/Curitiba/Imagens/Cortadas/MercadoramaJuveve1An-kFnE-ID000002-1024x683@GP-Web.jpg
Letreiro do Mercadorama foi retirado da fachada da loja do Juvevê para ser substituído por Walmart.Aniele Nascimento/Gazeta do Povo

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE