Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

GOLPE

Mais um golpe: falso e-mail da Polícia Federal sobre acesso a conteúdo ilegal

O comunicado não apresenta nomes ou telefones da PF, possui erros de português e ainda direciona o usuário para um link desconhecido

  • Raquel Derevecki
 | Pixabay
Pixabay
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Um aviso falso em nome da Polícia Federal é o mais novo golpe que circula na internet. A mensagem tem sido enviada por e-mail e informa que um novo sistema de investigação e monitoramento virtual da Polícia Federal teria verificado o acesso a “conteúdos ilegais” feito pelo computador do usuário. O comunicado ainda apresenta um link que daria acesso ao relatório completo da suposta investigação. No entanto, a PF informa que não enviou nenhuma mensagem como essa e pede atenção aos internautas.

Leia abaixo o conteúdo da mensagem falsa

De acordo com a instituição, nem é costume da polícia enviar informações por e-mail. Mas, se por algum motivo extraordinário, a ferramenta fosse utilizada, a PF nunca solicitaria o acesso a links desconhecidos e sempre informaria nomes de colaboradores e telefones da instituição para que o destinatário pudesse conferir a veracidade do conteúdo e pudesse tirar dúvidas.

Leia também: Golpe no WhatsApp: mensagem falsa com promessa de saque do FGTS volta a circular

Como nenhuma dessas informações é apresentada no e-mail que está circulando na internet, é possível perceber que se trata de mais um golpe cibernético utilizado, possivelmente, para adquirir informações pessoais e até mesmo acesso a senhas que estejam salvas no computador do usuário.

Por isso, o Núcleo de Combate aos Cibercrimes do Paraná (Nuciber) orienta o internauta a nunca clicar em links recebidos por correio eletrônico e, se for necessário acessar alguma página citada na mensagem, que o endereço seja digitado novamente.

Veja também: Golpes no WhatsApp usam nomes da Cacau Show e do Spotify e afetam 1 milhão de pessoas

Além disso, sites de órgãos oficiais ou instituições bancárias não pedem informações de dados cadastrais pela internet e, dificilmente, apresentam algum erro de português ou de configuração. Se isso acontecer, é importante entrar em contato com a instituição imediatamente para confirmar o conteúdo.

Segue, na íntegra, o e-mail falso enviado em nome da Polícia Federal:

“Através do novo sistema de investigação e monitoramento virtual, verificamos que, o endereço IP, utilizado por usa máquina, acessou um site de conteúdo ilegal, segundo a nossa Constituição Federal, através do nosso Código Civil.

Precisamos que o fato venha a ser esclarecido o mais rápido possível, caso não seja esclarecido em até 48 horas, será aberto um inquérito Judicíal.

Acesse http://www.pf.gov.br/relatorio=ID002338278 e acompanhe o relatório completo da investigação, entre em contato o mais rápido possível para o devido esclarecimento do fato”

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE