Polícia Civil solicitou o bloqueio das contas dos suspeitos do golpe no idoso assim que foi acionada.
Polícia Civil solicitou o bloqueio das contas dos suspeitos do golpe no idoso assim que foi acionada.| Foto: André Rodrigues / Gazeta do Povo

Apenas alguns centavos sobraram na conta bancária de um idoso de 82 anos que tinha investimentos bancários e foi alvo de um golpe no bairro Fazendinha, em Curitiba. De acordo com a Polícia Civil, sobraram apenas R$ 0,70 na conta do senhor, professor universitário aposentado, que teve aproximadamente R$ 1 milhão movimentado em seu nome pelos golpistas. Na manhã desta segunda-feira (12), foram presos cinco suspeitos de aplicar o golpe. Entre eles, estão netos da própria esposa do idoso, que faleceu há cerca de 40 dias.

NOTÍCIAS SOBRE CURITIBA: faça parte do nosso novo canal para receber mais matérias

O golpe começou pouco antes de a vítima enviuvar. Afirmando que ajudaria o casal de idosos a pagar suas contas, parentes da esposa da vítima usaram senhas e cartões de crédito do casal para sacar dinheiro das contas bancárias, além da previdência privada e de outros benefícios. “Eles compraram um imóvel de R$ 300 mil, quatro carros, computadores e outros objetos que já estão apreendidos. O senhor apresenta alguns lapsos de memória e eles se aproveitaram desta situação”, afirma o delegado Wallace Brito, do 6.° Distrito Policial, responsável pela investigação.

Assim que a polícia foi acionada, as contas bancárias dos autores do estelionato foram bloqueadas com autorização da Justiça. “Temos um caso que conseguimos recuperar o dinheiro. Na conta, tinha R$ 600 mil que vão voltar para o dono”, ressaltou o delegado.

A operação policial foi denominada “Chupim” em referência ao pássaro que costuma se apropriar do ninho de outras aves para chocar seus ovos. Alerta O caso deste senhor serve de alerta para outras famílias. De acordo com a polícia, os casos de estelionato contra pessoas idosas têm crescido. A maioria das ocorrências são feitas por pessoas bem próximas das vítimas.

4 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]