Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | /Lineu Filho/Tribuna do Paraná
| Foto: /Lineu Filho/Tribuna do Paraná

O tenente da Polícia Militar Ricardo Taborda morreu na noite desta segunda-feira (2) após ser atropelado por um carro roubado, que era conduzido por suspeitos de um crime cometido na RMC. O atropelamento ocorreu por volta das 22 horas, na Avenida Juscelino Kubitschek, no bairro CIC, no Contorno Sul, em Curitiba.

Leia também: Ônibus lotado sofre arrastão em Curitiba e passageiros ficam em pânico

De acordo com informações preliminares da PM, a ocorrência teve início com o roubo a uma distribuidora de gás em Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba, por volta das 19h. Eles seguiram para a capital e foram perseguidos pela PM. Uma equipe do 23.º Batalhão tentava organizar um bloqueio com um caminhão para capturá-los, quando o carro dos criminosos apareceu repentinamente.

“Um policial havia me abordado, pedindo pra eu parar o caminhão de forma que bloqueasse a passagem dos carros. Meio minuto depois, vi o companheiro dele, do outro lado da pista, atirando contra um carro que estava em alta velocidade. O bandido jogou o veículo em cima do policial, que mesmo assim não parou de atirar”, descreveu um caminhoneiro, que pediu para não ter o nome divulgado.

Após atropelar o policial, os marginais abandonaram o veículo e fugiram em direção à fabrica da Bosch. Segundo funcionários, os bandidos entraram em um matagal que fica próximo ao local e sumiram. Diversas viaturas da PM chegaram rapidamente à região e iniciaram as buscas pelos bandidos.

O Siate foi acionado, mas o policial não resistiu e morreu na ambulância. Na manhã desta terça-feira (3), os ainda eram procurados or equipes do Bope e outros policiais militares, com o apoio de cães da corporação.

Trânsito

O trânsito foi liberado no Contorno Sul, no sentido São José dos Pinhais, por volta das 23h40 desta segunda-feira.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]