Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

ILEGAL

Polícia fecha abatedouro clandestino que abastecia mercados e restaurantes de Curitiba e RMC

Além de não ter autorização para funcionar, estabelecimento não atendia normas de higiene

  • Lucas Sarzi Tribuna do Paraná
PRF e Polícia Civil fecham abatedouro clandestino que atendia restaurantes e mercados da Grande Curitiba | Divulgação/PRF/Divulgação/PRF
PRF e Polícia Civil fecham abatedouro clandestino que atendia restaurantes e mercados da Grande Curitiba Divulgação/PRF/Divulgação/PRF
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Um abatedouro clandestino que funcionava em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), foi fechado no final da tarde desta quarta-feira (28). A ação, um trabalho conjunto da Polícia Civil e da Polícia Rodoviária Federal (PRF), faz parte de uma investigação que durou mais de um mês. O abatedouro abastecia mercados e restaurantes de Curitiba e região.

De acordo com as investigações, além de não ter autorização para funcionar, o estabelecimento não atendia normas de higiene necessárias. Antes da chegada das equipes policiais, nesta quarta, pelo menos 22 bezerros tinham sido abatidos no local.

A investigação começou há 40 dias e foi encabeçada pela Delegacia de Crimes Contra a Economia e Proteção ao Consumidor (Delcon) de Curitiba. A suspeita é de que os animais eram comprados de propriedades rurais da região e, depois de abatidos, vendidos para comércios da região.

Quatro funcionários foram levados para prestar depoimento. A polícia ainda não informou se alguém chegou a ser preso. Churrascarias e outros estabelecimentos conhecidos de Curitiba agora vão ser investigados pela Polícia Civil para saber se compravam a carne do local.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE