O porcentual de pisos salariais reajustados acima do índice oficial de inflação em 2010 foi de 93,8%, segundo dados divulgados ontem pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socio­econômicos (Dieese), que desde 2009 promove a análise do avanço dos pisos salariais. O Dieese considera ganho real o reajuste que su­pera o Índice Nacional de Pre­ços ao Consumidor (INPC), do IBGE. A parcela dos pisos salariais que sofreram reajuste igual ao índice inflacionário foi de 2,4% – 16 dentre 660 negociações. O restante dos pisos (3,8%) teve alta abaixo do indicador de inflação.

O segmento mais beneficiado foi o rural,com ganho real em 100% dos casos. Na sequência, apareceram indústria (94,9%) e comércio (94,7%). O setor de serviços, no qual 90,6% dos pisos salariais tiveram ganhos reais, apresentou o maior porcentual de reajustes iguais à inflação oficial: 5,2%.

Em 2010, segundo o Dieese, o maior reajuste de piso salarial representou um ganho real de 34,3% acima do INPC, enquanto o menor apresentou uma perda real de 8,6%. Ambos os reajustes foram observados no setor industrial.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]