i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Iniciativa

Antigas áreas industriais de São Paulo e do Rio de Janeiro são revitalizadas com ajuda alemã

Em ambas as áreas brasileiras, a reurbanização leva em conta o conceito de “cidades compactas”. A ideia é usar terrenos centrais ociosos para habitação evitando assim que moradores estabeleçam-se na periferia

  • PorAgência Brasil
  • 15/09/2010 16:46

Antigas áreas industriais das cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro estão sendo revitalizadas com ajuda de uma iniciativa da Prefeitura de Stuttgart, na Alemanha. O projeto Integration apóia técnica e financeiramente propostas para reutilização de terrenos de fábricas desativadas, muitos deles com o solo contaminado.

O projeto foi criado em 2005 e desde 2009 está em seis cidades da América Latina: Bogotá, na Colômbia; Chihuahua e Guadalajara, no México; Quito, no Equador; São Paulo e Rio de Janeiro. Na capital paulista, o projeto atua na reurbanização de uma área na região da Mooca, e no Rio, no bairro de Engenho de Dentro.

Em ambas as áreas brasileiras, a reurbanização leva em conta o conceito de "cidades compactas". A ideia é usar terrenos centrais ociosos para habitação evitando assim que moradores estabeleçam-se na periferia. Desta forma, o acesso aos serviços públicos é facilitado e o gasto governamental para a universalização deles, reduzido.

"A coesão territorial melhora a qualidade de vida da população", disse Hermann Kirchholtes, coordenador geral do Integration. "Queremos criar condições de vida em áreas degradadas. Levar para terrenos abandonados moradias e equipamentos públicos".

Kirchholtes foi um dos coordenadores do Integration que participou hoje (15) de um seminário sobre planejamento urbano promovido pela Prefeitura de São Paulo. Além dele, representantes das cidades que participam do projeto alemão também debateram experiências sobre o assunto.

Kirchholtes disse que recuperar uma área contaminada por anos de atividade industriais não é fácil nem barato. Chega a representar 3% do investimento para a construção de um empreendimento imobiliário. Mesmo assim, segundo ele, o gasto compensa pela melhoria geral das condições da vida na área recuperada e em outros locais da cidade.

O secretário adjunto de Meio Ambiente de Stuttgart, Werner Flad, afirmou que recuperações de áreas de antigos terrenos industriais são realizadas na cidade alemã desde a década de 80. Mais de 400 áreas já foram recuperadas e cerca de 3,5 mil ainda passaram por intervenções.

Em São Paulo, de acordo com o prefeito Gilberto Kassab, outros dois projetos em estudo na prefeitura procuram recuperar áreas urbanas priorizando a ocupação planejada. Além do projeto na Mooca, apoiado pelo Integration, operações urbanas na região da Lapa, zona oeste, e em grande parte da zona leste estão em fase de implementação.

"Vamos colocar em consulta pública os editais para contratação de empresas que farão as três operações urbanas", disse Kassab, que também participou do seminário. "Esperamos definir o mais rápido possível quem vai realizar os projetos".

Já no Rio, o projeto de Engenho de Dentro fica dentro da proposta de reurbanização da chamada Área de Planejamento 3.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.