Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Economia
  3. Após denúncias, Conar entra com representação contra campanha do "não" da Skol

Publicidade

Após denúncias, Conar entra com representação contra campanha do "não" da Skol

Veiculada em pontos de ônibus, a campanha, já abandonada pela marca, tinha a frase "Esqueci o 'não' em casa"

  • Folhapress
As críticas surgiram depois que a publicitária Pri Ferrari publicou no Facebook uma foto sua ao lado do poster |
As críticas surgiram depois que a publicitária Pri Ferrari publicou no Facebook uma foto sua ao lado do poster
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) abriu nesta sexta-feira uma representação contra a campanha do "não" da Skol, após receber trinta denúncias de consumidores.

A abertura da representação acontece depois de a própria empresa ter decidido retirar a campanha, após criticas nas redes sociais por uma suposta alusão ao estupro.

Veiculada em pontos de ônibus, a campanha tinha a frase "Esqueci o 'não' em casa". As críticas surgiram depois que a publicitária Pri Ferrari publicou no Facebook uma foto sua ao lado do poster com o complemento "e trouxe o nunca" pichado. A partir desse post, surgiu um movimento para estimular as pessoas a entrar com uma queixa no Conar.

Com a repercussão negativa, na quinta-feira o diretor de comunicação da Ambev, fabricante da cerveja Skol, Alexandre Loures, ligou para Ferrari para mostrar a intenção da campanha e ouvir as críticas.

Mudança

Após a conversa, a empresa decidiu tirar a campanha do ar e substituí-la por uma campanha que fala de respeito no carnaval. "Em nenhum momento tivemos a intenção de ofender ou passou pela nossa cabeça que pudesse haver esse entendimento. Mas temos que estar preparados para ouvir, dialogar e mudar o rumo se for preciso. Não podemos ignorar nenhuma voz da sociedade. Se 1% se sentir ofendido, temos que corrigir."

A campanha do "não" foi substituída pelas frases "Não deu jogo. Tire o time de campo"; "Quando um não quer. O outro vai dançar"; "Tomou bota? Vai atrás do trio.", seguidas da assinatura: "Neste carnaval, respeite".

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE