i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Em alta

BC diz que país está crescendo a um ritmo de 4% ao ano

Presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, afirma que Brasil está retomando o crescimento de sua economia

  • PorFolhaPress
  • 22/03/2013 13:29

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, disse nesta sexta-feira (22) que a economia brasileira está crescendo a um ritmo de 4% ao ano neste primeiro trimestre, o que indica aceleração em relação ao ano passado."Está em curso um processo de retomada do crescimento da economia do Brasil", afirmou. Ele participa de evento promovido pela Câmara de Comércio Brasil-França, em São Paulo.

Tombini disse ainda que há sinais de que o investimento cresceu novamente neste primeiro trimestre de 2013. No quarto trimestre, havia crescido 0,5%, após quatro trimestres seguidos de queda."Pelas informações disponíveis, o investimento também cresceu no primeiro trimestre de 2013, somando-se assim dois trimestres consecutivos de expansão", afirmou.

Segundo Tombini, isso se deve à expectativa de recuperação gradual do crescimento. Entretanto, o presidente do BC reconheceu que "a demanda doméstica continua sendo o principal suporte da economia".

"A expansão moderada do crédito, a geração de empregos e a ampliação de renda continuam estimulando o consumo das famílias", afirmou.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.