i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Contas

BC não explica déficit de R$ 790 mi de estatais em maio

  • PorAgência Estado
  • 28/06/2013 10:13

O chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Tulio Maciel disse que a instituição não registrou nenhum fator de destaque que explicasse o déficit primário das empresas estatais em maio deste ano, que foi de R$ 790 milhões. À exceção do mês de março de 2013, quando foi registrado um superávit de R$ 298 milhões, desde setembro de 2012 que as estatais registraram déficit.

A maior parte desse resultado negativo em maio veio das empresas estaduais (R$ 611 milhões). Nas federais, o déficit foi de R$ 220 milhões, resultado que exclui Petrobras e Eletrobras. "Há uma oscilação muito grande", disse Maciel.

Maciel disse que há empresas de vários setores que entram nessa conta e que o BC não verificou sinais de que o resultado possa ser atribuído às empresas de energia e, ainda, à redução nas tarifas de eletricidade. "Não observamos de forma destacada que isso possa ser atribuído ao setor elétrico", disse.

"Não há nada de extraordinário no déficit primário das estatais estaduais em maio. Não observamos se o déficit pode ser atribuído apenas a empresas de energia." "Alguma influência pode ter, porque as elétricas fazem parte, mas são muitas empresas e não temos como fazer essa associação."

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.