A revista britânica The Economist divulgou os números atualizados de seu tradicional Big Mac Index, um índice que tem como objetivo mostrar o valor relativo entre as moedas. Apesar da desvalorização recente do real, o Brasil continua com sua moeda sobrevalorizada em relação ao dólar e tem hoje o quarto Big Mac mais caro do mundo. O real está 8,7% mais valorizado do que o dólar. Hoje, o custo do sanduíche é de US$ 5,21 no Brasil (a um câmbio de R$ 2,59), enquanto nos Estados Unidos ele custa US$ 4,79. O câmbio mais valorizado do mundo, de acordo com esse índice, é o da Suíça, que recentemente permitiu que o franco flutuasse em relação ao euro. Lá, um sanduíche custa US$ 7,54.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]