• 22/07/2019 12:25
Indicadores econômicos

Brexit pode já ter empurrado o Reino Unido para a recessão

  • 22/07/2019 12:25
    • The Washington Post
    Bandeiras da União Europeia e do Reino Unido
tremulam em frente ao parlamento britânico, em fevereiro deste ano.
    Bandeiras da União Europeia e do Reino Unido tremulam em frente ao parlamento britânico, em fevereiro deste ano.| Foto: Jason Alden / Bloomberg

    Antes mesmo de se concretizar, a saída do Reino Unido da União Europeia pode já ter empurrado a economia britânica para um cenário de recessão técnica. É o que divulgou o Instituto Nacional de Pesquisa Econômica e Social (Niesr) ao prever que, mesmo havendo uma saída suave do bloco, o crescimento da economia anglo-saxã deverá ficar limitado a 1% em 2019 e a 1% em 2020.

    A nota do think tank britânico diz que as chances são de 1 para 4 de que a economia já esteja encolhendo. O cenário piora na hipótese de uma saída brusca, não-negociada, que poderia provocar uma espiral recessiva mais acentuada. Mesmo com uma saída “ordenada” em outubro, o Niesr avalia que a economia do Reino Unido ficará estagnada no ano que vem, com a inflação subindo para 4,1% e a libra se desvalorizando em 10%. “Sob qualquer ponto de vista, não haverá muita alegria econômica numa saída conturbada da União Europeia”, diz o diretor do instituto, Jagjit Chadha.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.