• 25/01/2021 17:54
De até R$ 300

Maia admite discutir auxílio emergencial de até seis meses em 2021

  • 25/01/2021 17:54
  • Brasília
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ)
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ)| Foto: Reprodução/TV Câmara

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), admitiu nesta segunda-feira (25) discutir uma prorrogação do auxílio emergencial por mais seis meses, num valor de R$ 300 ou R$ 200, via crédito extraordinário (fora do teto de gastos). Maia endossou a sugestão feita pelo economista Claudio Adilson Gonçalez, em artigo publicado pelo jornal O Estado de São Paulo. O economista afirma que, como a dívida pública de 2020 vai ficar menor do que o esperado, o auxílio poderia ser prorrogado neste ano.

"Se a dívida é menor que o esperado, você fazer um programa de seis meses, de 300, 200 reais, com uma parte daqueles vulneráveis, isso daria pouco mais de 1% do PIB [de custo em 2021], o que seria perfeitamente aceitável dentro da relação dívida PIB que estava esperada pro fim do ano", afirmou Maia em coletiva de imprensa. "Não é um debate simples, mas esse [o economista Claudio Adilson Gonçalez] é um economista liberal muito conceituado no mercado financeiro. Temos que fazer o debate", defendeu.

Tudo sobre:

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.